Menu da Rede

Muito além de Bolsonaro

PSDB comemora que ainda é disparado o partido do imperialismo

Partido de FHC, Serra, Dória, Covas, Huck etc. exalta sua trajetória, muito mais entreguista do que o atual governo improvisado de Bolsonaro

Tempo de Leitura: 3 Minutos

PSDB comemora sua “eficiência” na entrega do País – Imagem da página oficial do PSDB, no Facebook

Publicidade

Na página oficial do PSDB a imagem acima, estampada pelo próprio partido de FHC, Doria, Alckmin, Luciano Huck, Serra, Eduardo Leite etc. diz mais do que mil palavras.

A mensagem colocada pelos responsáveis da página pena reafirma, com menor impacto, o que a imagem “diz”:

 

“Discurso bonito não vende estatal. Trabalho e coragem para enfrentar o corporativismo e implantar melhores técnicas de gestão, sim. O governo deveria se espelhar em quem privatizou 63 empresas, em vez de falar, falar e não privatizar coisa alguma.”

 

A imagem, a declaração e os comentários de correligionários peessedebistas, muito além das encenações dos tucanos e dos seus aliados da esquerda burguesa e pequeno burguesa que procuram – com enorme esforço – limpar sua ficha e apresentá-los como “oposição” de esquerda ou de centro, ao governo ilegítimo a Bolsonaro, deixam evidente que a divergência entre os eles é de “eficiência” na entrega do País para o imperialismo, no nível de curvatura diante dos EUA e dos grandes tubarões capitalistas internacionais.

E os tucanos têm razão. Os serviços prestados por Bolsonaro ao imperialismo, de lesa à pátria e a todo o povo brasileiro, “não chegam aos pés”, daquilo que foi feito no governo FHC (1195-2002) ou até mesmo nas administrações estaduais comandadas pelo PSDB em estados mais ricos como São Paulo.

Enquanto Bolsonaro não conseguir até agora realizar uma única privatização importante e “sua” para colocar na fila empresas como os Correios, Eletrobrás e Caixa Econômica Federal, FHC privatizou todo o milionário setor da telefonia – no momento da maior valorização mundial nesse serviço -, empresas elétricas, usinas siderúrgicas e muito mais.

É de FHC o “inquebrável” recorde de ter entregue a maior empresa mineradora do mundo, a Cia. Vale do Rio Doce, por nada menos, nada menos do que UM MILIONÉSIMO DO VALOR DAS SUAS RESERVAS MINERAIS. Isto mesmo, no momento em que a Vale tinha reservas estimadas em mais de R$3 trilhões, o governo tucano consegui a proeza de entrega-la pela bagatela de R$3,3 bilhões, parcelados e com ajuda do BNDES e dos fundos de pensão das estatais controlados por gente ligada ao governo.

Questionado por um provável bolsonarista por meio de postagem na mesma página do Facebook sobre a diferença de tempo de mandato dos dois presidentes defensores da privatização

“FHC ficou 8 ANOS. Bolsonaro está a 1 ano e meio. Nos primeiros 2 anos de mandato FHC havia privatizado vcs sabem quantas empresas?”

o administrador da página do PSDB respondeu, acertadamente,

“em 1 ano e meio de mandato FHC já tinha privatizado 4 empresas e 18 subsidiárias”

Fica evidente porque o PSDB era, como assinalou o PCO, a opção preferencial da burguesia imperialista para ganhar as eleições fraudulentas realizadas após o golpe de Estado, com Lula preso ilegalmente etc. Tem “pedigree” entreguista, folha de serviços prestados aos tubarões capitalistas internacionais e “nacionais”.

Bem diferente do governo improvisado de Bolsonaro que o próprio PSDB e demais setores da burguesia golpista tiveram que apoiar pela total falta de apoio popular dos dirigentes tucanos e demais chefes políticos da direita (do DEM, MDB etc.) que, agora, setores da esquerda querem “regenerar”, fazendo-os passar por democratas, progressistas etc. quando são os responsáveis pelos maiores ataques contra o povo de todos os tempos e, inclusive, pela ascensão de Bolsonaro ao governo e pela exceção da política reacionária que ele advoga em discursos e que os governos do PSDB, DEM, MDB etc, colocam em prática como se vê na operação genocida em curso na pandemia.

Por essas e muitas outras é que a política dos trabalhadores e das suas organizações não por ser outra que não a rejeição da frente ampla com esses entreguistas-mor e a defesa do foi Bolsonaro e de todos os golpistas.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Clima de radicalização agita o Peru - O Mundo em 1 Hora (Reprise)

205 Visualizações 69 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend