Fora Bolsonaro por mobilização
Tudo leva ao fora Bolsonaro. Burguesia pelo caminho do TSE, já que o impeachment está bloqueado pelo namorado Maia, e o centrão se farta na velha política do “toma lá, dá cá”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolsonaro_mourao136517
cassação da chapa Bolsonaro/Mourão, presidente e vice eleitos em 2018 | "foto Reprodução"

Tudo leva ao Fora Bolsonaro. Há os que preferem a mobilização. Não é o caso da burguesia. Esta prefere o impeachment levado a efeito pelo congresso nacional, num processo tortuoso e demorado. Ou prefere alternativamente, o caminho do TSE.

Há o caminho da mobilização, preferido pelos comitês de luta, preferido pelo Partido da Causa Operária. Caminho que deveria ser de toda a esquerda nacional, já que não detém a maioria no congresso nacional, e tampouco, o controle no TSE, totalmente controlado pela burguesia.

O objetivo é o mesmo, dar fim a um governo ilegítimo que ninguém mais quer.

À medida que cresce o movimento para tirar do poder o presidente Jair Bolsonaro, ressurge a discussão sobre os dois caminhos institucionais, especula o colunista Helio Gurovitz, nesta segunda feira, (01/06). O impeachment de Bolsonaro, levada a efeito pelo congresso nacional, e a anulação da chapa Bolsonaro e Mourão, pelo Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, cujo atual presidente, acaba de tomar posse, Luis Roberto Barroso.

Há mais de 30 pedidos de impeachment nas mãos de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos deputados, o responsável, para início dar ao trâmite de qualquer dos pedido de impeachment. Hoje essa possibilidade está totalmente bloqueada, na exata medida em que Bolsonaro voltou a “namorar” com o presidente da Câmara. E não só. O ilegítimo presidente, vendo o perigo de, a qualquer momento, o processo de impeachment ser no parlamento iniciado, acaba de mandar às favas a promessa de campanha acabar com a velha política do “toma lá, dá cá”. Bolsonaro abre os cofres. Escancara as nomeações para o centrão, de todos os cargos que o centrão, na administração federal, estatais, reivindicar.

Daí, segundo o colunista de O Globo, “tudo leva ao caminho do TSE”. Todos os elementos do tabuleiro diz, e todas as jogadas em Brasília nos bastidores apontam “a impugnação da chapa vitoriosa em 2018 pelo TSE, com a convocação de novas eleições”.

No Tribunal Superior Eleitoral, dos sete membros, três deles, Barroso, Fachin e Alexandre Moraes, são também integrantes do Supremo, com os quais, Bolsonaro está em pé de guerra. Todos devem alinhar-se pela cassação da chapa Bolsonaro/Mourão. Faltaria um único voto entre os quatro outros membros do TSE.

Para a cassação da chapa, prova de financiamento ilegal de campanha, seria motivo suficiente para tal feito. Comprovar que a campanha de Bolsonaro se beneficiou de recursos que não foram declarados, estará configurado, nos termos da Lei Eleitoral, o pretexto jurídico para cassar a chapa que elegeu Bolsonaro e o vice-presidente Hamilton Mourão.

Empresários bolsonaristas financiaram a produção e disseminação de conteúdo político – sobretudo notícias falsas – em grupos de WhatsApp. Estão aí, as provas da CPI das Fake News no Congresso Nacional. Mais apreensão nas ações de busca promovidas no Inquérito das Fake News, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), sob o comando do ministro Alexandre de Moraes.

O caminho da burguesia para a rápida cassação da chapa Bolsonaro/Mourão via do TSE, explica a atitude de Alexande Moraes em buscar provas no inquérito das fake news. Explica por que Mourão, e demais militares, sair às claras, se exporem e fechar fileiras com Bolsonaro. Tudo leva para a cassação da chapa Bolsonaro/Mourão pelo TSE.

É preciso derrubar Bolsonaro e convocar eleições gerais. Até por dentro do próprio regime, através do TSE, por exemplo, é possível tirar o governo e convocar novas eleições. Acontece que não é um problema jurídico. Trata-se de um problema político, de mobilização. É preciso mobilizar nas ruas. É esse o caminho para tirar Bolsonaro, tirar todos os golpistas e convocar novas eleições.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas