Menu da Rede

Antônio Carlos Silva

Mobilização

Quem usa amarelo e azul é tucano

A luta popular não se faz com dissimulação e demagogia com setores direitistas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No último ato na Avenida Paulista, em São Paulo, ficou destacado que o movimento Somos Democracia está tentando se passar de esquerdista usando as cores azul e amarelo. Uma típica cor dos partidos da direita, no caso, o PSDB, tradicional algoz do povo paulista.

É uma tentativa, fracassada desde já, de se disfarçar de “apartidário”, de fazer demagogia com setores conservadores da sociedade, ao tentar emplacar o “sem partido”, em defesa “da democracia”. Em último caso, sem partidos e organizações da esquerda, “Brasil acima de todos”, “o meu partido é o Brasil”, como diria o presidente golpista Jair Bolsonaro, a quem esse Somos Democracia diz combater.

Eles também, através de Danilo Pássaro, pré-candidato ao cargo de vereador em 2020, pelo PSOL, saíram, em um exercício de cinismo completo, com a campanha do “abaixe a bandeira”, para disfarçar os interesses eleitorais e fazer coro com a campanha fascista, histórica, de luta contra os partidos de esquerda.

É preciso dizer, também, que Danilo Pássaro não representa a luta das torcidas organizadas, de maneira alguma. Ele se autoproclamou representante das organizadas, através da bênção dada por Guilherme Boulos, que também possui seus devaneios de “dono do movimento”. Pelo total esvaziamento do último ato, é fácil perceber que as organizadas não possuem acordo com o Pássaro.

Isso tudo não tem absolutamente nada a ver com a luta dos negros, maioria do povo brasileiro e da composição das torcidas organizadas. O negro, sempre que saiu às ruas, ao longo da sua história, foi com suas bandeiras, faixas e reivindicações, em todas as partes do mundo.

E isso é natural. Não existe manifestação de esquerda que não leve consigo suas reivindicações, expostas em todas as maneiras possíveis. Ao mesmo tempo, todo apoio à causa do povo negro é bem vinda, com suas bandeiras, etc. É tradicional na esquerda combativa essa posição. 

No caso do movimento negro, por exemplo, nunca foi registrada uma manifestação com bandeiras verde e amarelas, até mesmo pela ligação dessas cores com movimentos conservadores brasileiros. Os integralistas, por exemplo, usam tradicionalmente o verde. O PSDB, tradicional partido da direita, é amarelo e azul. 

Por outro lado, foi vista a movimentação em torno de acordos feitos com a Polícia Militar para a realização dos atos, por parte de gente do Somos Democracia e da Frente Povo sem Medo. O negro não tem acordo com a PM e vice versa, nunca teve e nunca terá. O único “acordo” do negro com a PM é a dissolução dessa corporação, resultado de mobilização, de luta nas ruas, com faixas, bandeiras e o que mais for necessário.

A farsa nacionalista, do verde e amarelo, do amarelo e azul, e outras cores atraentes para a direita, deve ser denunciada como tal. Essa manobra camaleônica para conseguir votos da direita não deve prosperar nas lutas populares, na luta das organizadas, enfim, na luta do povo negro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

NA COTV

Marighella e Lamarca e a resistência ao regime militar - Parte 2 - Universidade Marxista nº 421

106 Visualizações 100 minutos Atrás

Watch Now

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.