SP: na zona Leste e em todo o País, mobilizar contra as provocações fascistas

Coxinha presidente da Savima

Como denunciamos na edição desse domingo (dia 1), por meio de mensagem recebida em nossa redação, no último sábado, durante atividade do Comitê popular Ponte Rasa, na zona Leste de São Paulo, que se reúne em movimentada praça do bairro, com atividade de panfletagens e intervenções junto a população local, um pequeno grupo de fascistas locais se dirigiram à atividade e em tom intimidatório procuraram desorganizar a atividade dos companheiros que estão em luta contra o golpe de Estado e contra a prisão de Lula.

Os companheiros do comitê, em especial o companheiro Charles, do PT, não arredaram pé, mas os fascistas ameaçaram o comitê com falas racistas, preconceituosas e de ódio de classe, além de dizer que no próximo sábado virão para o mesmo local com carro de som e passarão por cima da doença petista.

Seguindo a linha que o PCO sempre defendeu, os companheiros do comitê já iniciaram a organização de reuniões, para ampliar a mobilização dos trabalhadores contra os fascistas e coloca-los para correr, fazendo – os voltar para a lata de lixo da história.

A atitude fascista reforça e confirma o acerto da política nacional de formação dos comitês contra o golpe de Estado, assim como a  percepção da necessidade próxima de organização de comitês de auto defesa.

Os companheiros locais já confirmaram suas presenças na conferência Estadual dos Comitês contra o golpe de Estado, a ser realizada no próximo dia 14 de julho, assim como na Conferência Nacional nos próximos dias 21 e 22 de Julho em São Paulo. É preciso unificar a luta contra o golpe de todo o País e barrar os fascistas, pelos meios que forem necessários.