RJ: PM invade Complexo da Maré para reprimir moradores, que reclamam de tiroteio

naom_5228d80e4f39c

Da redação – Na manhã de hoje (04), o Batalhão de Choque e o Batalhão de Ações com Cães da Polícia Militar (PM) invadiram o Complexo da Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro, em operação de varredura na Vila dos Pinheiros e na Vila Esperança.

A operação começou às 5h, ou seja, quando muitos moradores acordavam para ir trabalhar e outros ainda estavam dormindo. Há relatos, nas redes sociais, de fortes tiroteios.

A justificativa das forças de repressão fascistas é de que seus agentes foram fazer inspeção nos principais pontos de acesso das comunidades.

Na verdade, como sempre, trata-se de mais uma ação criminosa da PM, com a desculpa esfarrapada de combater o “crime organizado”, o “tráfico de drogas”. São operações fascistas, geralmente assassinas, nas quais os agentes de repressão aterrorizam, prendem, torturam e até mesmo matam moradores das favelas, como aconteceu em 20 de agosto, quando oito homens foram torturados após serem detidos pelos militares.