Divisões

Censura

SC: candidato do PCO ao governo impedido de participar de debate

Leandro Brugnago foi "desconvidado" pelo jornal Extra e disse que as desculpas para isso não passaram de "conversa para boi dormir"

Candidato é marceneiro e militante do PCO – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

O companheiro Leandro Brugnago, candidato do Partido da Causa Operária (PCO) ao governo de Santa Catarina, foi enganado e impedido de participar do debate eleitoral organizado pelo jornal local Extra.

Na semana passada, Brugnago recebeu um convite por e-mail para comparecer ao evento, que seria realizado na segunda-feira, dia 8 de agosto (ontem), às 20h, na cidade de Tubarão.

“Favor confirmar recebimento, se possível, presença no programa e sua validação sobre as regras”, dizia a mensagem.

Contudo, quando o candidato foi responder o e-mail confirmando sua participação, notou o recebimento de outro e-mail, do mesmo remetendo, cancelando o convite.

A desculpa do jornal é que o local do debate não teria estrutura para acolher os oito convidados para o debate. Algo estranho, pois qualquer sala comporta oito pessoas…

“Como o programa será retransmitido em rádio, precisamos seguir a legislação eleitoral ao definir o critério de participantes. Por isso, mantemos o convite aos candidatos cujos partidos possuem pelo menos 5 parlamentares na Câmara dos Deputados”, dizia o e-mail recebido por Brugnago.

“Aos demais (PROS, PSTU e PCO), solicitamos um vídeo de até 2 minutos de duração, para que os candidatos se apresentem aos nossos usuários. Este material será publicado na capa do site e em todas as redes sociais – de preferência, até segunda-feira”, continuava o comunicado.

Em declaração ao Diário Causa Operária, o militante do PCO afirmou que as desculpas encontradas pelo jornal para cancelar o convite não passam de “história para boi dormir”.

“Eles viram que a gente iria e acabaram desistindo”, comentou Brugnago.

Pela enésima vez, os candidatos do Partido da Causa Operária são censurados de debates eleitorais. Os pretextos variam, desde o número de membros do partido no parlamento até os índices manipulados nas pesquisas eleitorais. Somente os candidatos dos partidos da burguesia podem participar dos debates e entrevistas.

Leandro Brugnago, assim como a maioria dos candidatos do PCO, é um trabalhador. Marceneiro, ele não é um político profissional, com assessores e auxiliares. Quem o ajuda na campanha são seus companheiros de militância em Santa Catarina, todos voluntários. A campanha eleitoral, para o PCO, não serve para promover pessoas que, se eleitas, seguirão carreira para roubar os trabalhadores e entregar as riquezas nacionais aos banqueiros ─ em troca de algumas mordomias. Não, os candidatos do PCO são, acima de tudo, candidatos do Partido, que estão nas eleições com a tarefa de promover as ideias e o programa partidário, um programa revolucionário de luta dos trabalhadores.

Os candidatos do PCO não fazem demagogia barata com o povo. Denunciam duramente a política burguesa. E apresentam uma perspectiva contra todas as mazelas do país, uma perspectiva que vai na raiz dos problemas. Uma perspectiva radical, revolucionária. É por esse motivo que os grandes órgãos de comunicação da burguesia sempre impedem os candidatos do PCO de participarem dos debates.

Isso demonstra o quão antidemocráticas são as eleições brasileiras, ainda mais após o golpe de Estado de 2016. Como a população vai poder renovar o Congresso Nacional e os parlamentos regionais ─ uma medida que é propagada pelos próprios políticos burgueses que falam demagogicamente em “renovação na política” ─ se ela é impedida de conhecer os seus candidatos?

É por este motivo que o Diário Causa Operária está entrevistando todos os candidatos do PCO. A construção de uma imprensa independente, a serviço dos trabalhadores, é vital em um momento em que a burguesia os impede de conhecer os seus candidatos.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.