João Doria: enquanto aumenta passagem de ônibus para o povo, corta impostos para quem anda de avião
cms-image-000579500
João Doria: enquanto aumenta passagem de ônibus para o povo, corta impostos para quem anda de avião
cms-image-000579500

Da redação – O governador fascista de São Paulo, eleito pela fraude eleitoral, João Doria, anunciou hoje (05) mais um pacote de medidas para beneficiar os seus amigos e patrões capitalistas.

Atendendo às exigências dos donos de companhias aéreas (como Latam, Gol, Azul e Avianca), o político coxinha garantiu que será reduzido de 25% para 12% o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do querosene de avião para voos domésticos.

“Ao reduzir o querosene, vamos estimular as companhias a terem tarifas mais acessíveis para seus voos”, disse Doria, cinicamente. É óbvio que isso não irá fazer com que os monopólios de aviação diminuam o preço das passagens aéreas, e não é essa a intenção de Doria. A intenção é apenas e tão somente entregar ainda mais o dinheiro público para essas companhias.

Como o Diário Causa Operária acaba de denunciar, na própria capital de São Paulo a prefeitura está dando concessões a empresas que não têm concorrência na licitação para as linhas de ônibus. Elas ganham de presente as linhas para lucrar com os altos preços da tarifa de ônibus, que subiram (tanto a nível municipal como estadual) mais do que o dobro da inflação acumulada do ano passado, de R$ 4,00 para R$ 4,30.

O governo de Doria, bem como o de seu colega de PSDB, Bruno Covas, prefeito de São Paulo, entrega tudo o que pode para seus patrões capitalistas que o elegeram, enquanto que para o povo resta o sucateamento proposital do transporte público com tarifas cada vez mais altas, as quais fica cada vez mais difícil para o trabalhador pagar.

Ou seja, enquanto aumento o preço do transporte para o pobre, Doria diminui o preço do transporte para o rico e dos impostos para os grandes capitalistas burgueses.