Censura
É a segunda vez que o monopólio prorroga a sanção contra o ex-presidente
LOS ANGELES, CA - SEPTEMBER 04: Los Angeles headquarters of You Tube on September 04, 2017 in Los Angeles, California.  (Photo by FG/Bauer-Griffin/GC Images)
YouTube | Foto: Reprodução
LOS ANGELES, CA - SEPTEMBER 04: Los Angeles headquarters of You Tube on September 04, 2017 in Los Angeles, California.  (Photo by FG/Bauer-Griffin/GC Images)
YouTube | Foto: Reprodução

Na última terça-feira (26), o YouTube, seguindo a censura imposta pelo Twitter e pelo Pinterest, decidiu suspender, por tempo indeterminado, o canal do ex-presidente Donald Trump. É a segunda vez que a plataforma prorroga a sanção contra Trump.

Com a decisão, o canal do ex-presidente permanece no ar, mas ele não pode fazer novos envios e os comentários em vídeos existentes ficam desabilitados.

O ataque contra Trump é um ataque contra os direitos democráticos do povo e um precedente perigosíssimo para que os monopólios aprofundem sua ditadura.

Relacionadas
Send this to a friend