Ditadura dos monopólios
Empresa deixa claro que quem não aceitar os novos termos para compartilhamento de informações deixará de usar a rede social.
Redes sociais
Redes sociais se tornaram monopólios da comunicação. | Imagem: reprodução.
Redes sociais
Redes sociais se tornaram monopólios da comunicação. | Imagem: reprodução.

A administração da rede social Whatsapp, informou que os usuários que não aceitarem os novos termos de serviço e política de privacidade da empresa, terão o serviço de troca de mensagens interrompido.

A empresa afirmou ainda que, os que não aceitarem os novos termos não terão a conta excluída e poderão aceitá-los após o prazo estabelecido, podendo ainda utilizar os serviços de mensagens e ligações “por um curto período”, não especificando quanto tempo exatamente, o que finalmente será interrompido, deixando o tom ameaçador para seus 2 bilhões de usuários em todo o mundo.

A nova política de privacidade da rede social foi anunciada no começo de janeiro e entrará em vigor em 15 de maio e tem como objetivo permitir o compartilhamento de dados com o Facebook, dono da plataforma, que segundo a Whatsapp será destinado ao uso de empresas somente, sendo preservada a criptografia de ponta a ponta. Também serão compartilhados outros tipos de dados como a operadora utilizada e a força do sinal, a carga da bateria e identificadores do Facebook, Mensegers e Instagram, que permitirão cruzar os dados do usuário nas três redes sociais.

Relacionadas
Send this to a friend