Vox: fascistas da Espanha pedem oficialmente a intervenção militar do imperialismo espanhol na Venezuela

a

O fascismo cresce na Espanha. A mais nova investida da extrema-direita espanhola revela o nível de tensão e crise do capitalismo e do imperialismo. Desta vez, os epígonos de Francisco Franco representados pelos parlamentares do Vox, partido de extrema-direita, oficializaram o pedido de intervenção militar na Venezuela e, caso seja necessário, estão dispostos a enviar tropas para esmagar a população venezuelana.

Segundo a proposta, “o Parlamento da Andaluzia exorta o Governo da Junta a também exortar o Governo da Espanha para preparar um contingente militar pronto para mover e intervir na Venezuela. Essa intervenção deve ser aprovada rapidamente se o presidente Juan Guaidó solicitar ajuda para defender o povo venezuelano do usurpador Maduro e seus aliados cubanos comunistas.”

É preciso denunciar abertamente que a extrema-direita está crescendo na Espanha, aumentando o número de representantes no Parlamento, como é o caso da Andaluzia nas eleições do final do ano passado. O objetivo da extrema-direita é fazer com que o imperialismo espanhol intervenha militarmente na Venezuela. Ademais, vale ressaltar que o Vox pode chegar ao governo em uma coalizão com o PP e Ciudadanos nas eleições convocadas pelos socialistas – que apenas figuram no cenário político espanhol e já dão sinal de fraqueza.

Não à invasão da Venezuela! Os povos oprimidos do mundo devem estar unidos em defesa da Venezuela contra a intervenção imperialista, que está unida (EUA, Espanha, Holanda, Inglaterra) para roubar as riquezas da Venezuela. A luta contra a invasão do imperialismo na Venezuela é fundamental para toda a classe operária da América Latina.