Golpe eleitoral
As eleições da capital pernambucana mostram o caráter golpista da direita tradicional e o que a burguesia almeja para 2022
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
joão campos
Joao Campos, o golpista de Recife | Foto: Reprodução

As eleições municipais de Recife, capital de Pernambuco, foi uma fraude total. Embora todas as eleições municipais tenham sido, de conjunto, uma farsa e a fraude tenha ditado, ao gosto da burguesia, quem serão os políticos a comandar as prefeituras e qual será o mapa político de cada Câmara de vereadores a nível nacional, o caso de Recife salta aos olhos. Há provas, mais que contundentes, que a vitória de Joao Campos, do PSB, contra a candidata do PT Marília Arraes, foi uma completa farsa; um jogo sujo e antidemocrático do começo ao fim. As denúncias de compra de votos, intimidação de eleitores, boca de urna em plena luz do dia e descaradamente sem as costumeiras repressões policiais são provas contundentes que o próximo prefeito da capital pernambucana é um golpista completamente ilegítimo.

Acrescenta-se, ainda, a própria inconsistência dos dados da aprovação do mandatário atual, Geraldo Júnior, colega de partido de Joao Campos.  Após dois mandatos consecutivos do PSB, um total de oito anos, sob o nome de Geraldo Júnior, um levantamento feito pelo Ibope, em parceria com JC/Rede Globo, coloca, com dados muito conservadores, que o PSB tem uma rejeição de 62% da população. Mais da metade de Recife desaprova o atual prefeito; em último caso, seu partido e o bloco direitista que o sustenta de pé. Contudo, Joao Campos vence, contra uma candidata indicada e apoiada diretamente por Lula, ex-presidente e figura mais popular do País. A contradição é muito evidente. Afinal, como é possível um partido cuja rejeição é mais da metade da população de uma capital, ganhar nessa mesma capital? 

Um dos motivos pelos quais Geraldo Junior é tão impopular é justamente porque ele foi engolido pela sua própria demagogia. As eleições municipais são eleições extremamente despolitizadas e cheias de promessas e certamente depois de não entregar nem metade do que prometeu, sua popularidade, que é muito duvidosa, caiu para os pontos negativos. Quando um candidato da Globo aparece, em uma pesquisa da Globo, com uma rejeição tão absurdamente grande, significa que ele estava já por um fio na cidade. E seu sucessor, nesse nível de rejeição, um farsante pior que o primeiro. Afinal, se o primeiro é extremamente queimado, imagine seu sucessor.  

E essa é a grande contradição dessa eleição do Recife. Como um candidato que é o filho de uma desaprovação tão grande, mesmo em um cenário muito conservador e manipulado pela própria burguesia, leva a eleição? A campanha golpista de Joao Campos contra Marília Arraes, do PT, é a resposta a essa contradição. Somente um golpe eleitoral, totalmente sujo e rasteiro, poderia superar essas contradições que, no mínimo, são gritantes. Primeiro que Marília Arraes, duas semanas antes da eleição, vinha na frente em todas as pesquisas da imprensa golpista, depois ela vinha empatada e logo em seguida o golpista do PSB na frente. 

A súbita elevação da “popularidade” de Joao Campos não é nem popularidade, nem uma mudança de posição do eleitorado; que preferiria um governo que não faz nada, a um que em tese faria alguma coisa; isto é, a candidata do PT tinha como base uma expectativa popular, já que era uma candidata das bases do PT na capital.  

A “virada” de Joao Campos é a própria fraude. As inúmeras compras de voto e a boca de urna, que foi denunciado à exaustão pela própria candidata do PT é prova disto. Inclusive, o próprio secretário de campanha de Joao Campos foi flagrado assediando funcionários públicos a votarem no candidato da direita; sob pena de retaliações. Um verdadeiro voto de cabresto. Além da campanha golpista, onde Joao Campos fez uma versão miniatura do que foi a campanha voltada contra Dilma. Essa direita “civilizada” e “científica” que Joao Campos representa é a mesma direita golpista que impulsionou a campanha fascista contra Dilma; coisa que Campos fez com maestria contra Marília. Insultos de todos os tipos, uma campanha de calúnias dizendo que a candidata do PT era uma “mulher incompetente” e “corrupta” ou ainda “PT nunca mais”, entre outras palavras de ordem típicas da extrema-direita.  

Era evidente, claro e nítido a influência golpista. As posições do golpe de Estado eram as mesmas da campanha do PSB. Inclusive, mostra que claramente o que a direita golpista fala sobre a questão das mulheres é uma demagogia sem tamanho. A direita golpista vive nas costas da sua própria demagogia política, com base nas largas doações dos capitalistas. Mas quando confrontados com uma figura da oposição que é mulher, soltam mão de toda demagogia com as mulheres para fazer uma campanha bolsonarista, tipicamente fascista, como foi o caso no confronto do PSB e PT, em Recife. 

O que vemos no Recife é o que aconteceu com Dilma Rousseff em versão municipal. Uma fraude e um golpe. É necessário denunciar o que aconteceu em Recife porque é o modelo do que poderá vir a acontecer em 2022. Tanto no que diz respeito à frente ampla, que vai  do PCdoB que esteve no meio dessa sujeira toda, até no que diz respeito ao próprio golpismo e a fraude. A frente ampla, a campanha golpista e o jogo sujo com compra de votos, assédios, ameaças e a fraude é o modelo de eleição que a burguesia golpista quer realizar em 2022.  Por isso é necessário lutar pelo que importa, fazer a denúncia desse modelo de ditadura nas eleições que foi 2020 e trabalhar para organizar os trabalhadores em uma grande mobilização de massas por fora Bolsonaro e todos os golpistas, como é Joao Campos, e lutar pela candidatura de Lula, único político que pode colocar os golpistas e o bolsonarismo em cheque em 2022. 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas