Vítima do desastre dos capitalistas, jovem morto em incêndio do CT do Flemanego é sepultado em Sergipe
camisa-com-homenagem-ao-jogador-athila
Vítima do desastre dos capitalistas, jovem morto em incêndio do CT do Flemanego é sepultado em Sergipe
camisa-com-homenagem-ao-jogador-athila
Athila Paixão, jogador da base do Flamengo

Na manhã desta segunda-feira (11), foi sepultado no cemitério Povoado Brasília, no município de Lagarto, localizado no Estado de Sergipe o corpo do jogador da base do Flamengo, Athila Paixão, que tinha 14 anos. Athila foi uma das 10 vítimas do incêndio nos alojamentos do Centro de Treinamento do Clube de Regatas do Flamengo no Rio de Janeiro, o Ninho do Urubu, que ocorreu nessa última sexta-feira (8).

A causa do incêndio foi decorrente da falta de manutenção nas instalações elétricas dos alojamentos. Os próprios sobreviventes do incêndio relataram que para funcionar o ar condicionado dentro dos contêineres, existia uma “gambiarra” na fiação. Além disso, para esses contêineres onde os jovens ficavam para pouso não tinham alvará de funcionamento: o que estava autorizado era a destinação do local como um estacionamento, não como alojamento, o que já levou o clube a ser obrigado a pagar mais de 30 multas pela falta de permissão para o funcionamento de um alojamento.

Contêineres onde os jogadores alojavam-se e que foram tomados pelo fogo na madrugada da sexta-feira (8)

Como não bastasse a falta de manutenções e de alvarás, desde 2015 os promotores do Ministério Público processaram o Flamengo por identificarem nos alojamentos um ambiente muito precário para habitação e encontrarem colchões em mau estado. Segundo os próprios promotores, os alojamentos estavam em condições piores que as da DEGASE (Departamento Geral de Ações Educativas), ou seja, piores que os locais onde os jovens infratores cumprem suas medidas socioeducativas em regime semiaberto.

Essa tragédia não difere daquela que ocorreu em Brumadinho-MG ou em Mariana-MG. Tanto aquelas como esta está por trás o interesse vil dos capitalistas que querem a todo custo lucrar. Os capitalistas que controlam a direção do Flamengo não querem saber da vida dos jogadores de seu time, só querem lucrar. O que então, justifica colocar os jovens jogadores da base para dormir em latões, em más condições de habitação, em situação irregular e com falta de manutenção elétrica? O que justifica, para os capitalistas, é que, ao sucatearem as instalações, podem economizar ao máximo, mesmo que isso possa levar à morte de seus trabalhadores.