Villas Boas quer reprimir oposição a Bolsonaro como o Exército reprimiu levante comunista de 1935

villas_boas12_general_bolsonaro

O general Villas Boas, que ameaçou o STF (Supremo Tribunal Federal) caso concedesse habeas corpus ao presidente Luís Inácio Lula da Silva, para evitar sua prisão, veio à público novamente, agora para ameaçar toda oposição ao governo golpista de Jair Bolsonaro, eleito em uma das eleições mais fraudadas do Brasil.

O general golpista escreveu em seu twitter que recomendou as Forças Armadas o estudo sobre a Intentona Comunista de 1935, para conseguir impedir que seja obrigado a derramar novamente o sangue de brasileiros que se colocar contra a ordem estabelecida.    Villas Boas afirmou que determinou “ao @exercitooficial que rememorem a Intentona Comunista ocorrida há 83 anos (27 Nov 1935). Antecedentes, fatos e consequências serão apreciados para que não tenhamos nunca mais, irmãos contra irmãos vertendo sangue verde e amarelo em nome de uma ideologia diversionista” .

A mensagem do Comandante das Forças Armadas é clara, não deixará que haja oposição contra o governo golpista de Bolsonaro, e para isso quer estudar os grupos opositores para previnir na força qualquer movimentação nesse sentido.

Mais uma declaração explícita de que os militares brasileiros estão por trás do golpe no Brasil e vão usar de todas as suas forças repressivas para dar sustentação ao governo golpista de Bolsonaro.

É necessário organizar a população trabalhadora do Brasil para se opor aos planos da direita, é necessário promover grandes mobilizações de rua contra esse governo, pelo Fora B!olsonaro  e todos os golpistas, e Pela liberdade de Lula.