Pandemia
A vacina foi desenvolvida pela Nanogen Pharmaceutical, uma das quatro empresas que pesquisam o assunto. A Universidade de Medicina Militar também intervirá no seu pedido

Por: Redação do Diário Causa Operária

O Vietnã começará amanhã a primeira fase de testes clínicos de sua própria vacina contra a Covid-19, confirmaram hoje autoridades do Ministério da Saúde.

Avaliaremos a segurança do imunizador em humanos em 60 voluntários, disse Nguyen Ngo Quang, vice-diretor de Administração de Ciência e Tecnologia do portfólio.

Nessa fase, explicou, a intenção é determinar a dose ideal. Será na segunda e na terceira quando avaliaremos sua imunogenicidade em mais numerosos núcleos humanos.

Divididos em três grupos de 20, os voluntários receberão doses de 25, 50 e 75 microgramas, e aos 28 dias, em quantidades iguais, sempre sob rigorosos exames médicos para determinação de sua reação. Se a vacina não se provar segura, interromperemos os testes, frisou Quang.

Se tudo correr bem, no final de fevereiro concluiremos as fases um e dois e realizaremos a terceira com muito mais participantes. E se tudo correr bem, antes do final do ano a preparação será massivamente distribuída.

A vacina foi desenvolvida pela Nanogen Pharmaceutical, uma das quatro empresas que pesquisam o assunto. A Universidade de Medicina Militar também intervirá no seu pedido.

O Vietnã acredita que a solução para a situação epidemiológica e o retorno à normalidade só podem ser alcançados com uma vacina eficaz contra a Covid-19, e uma produção capaz de garanti-la para sua população de 97 milhões de habitantes.

Este é um dos 38 países que possuem um sistema de gestão da qualidade das vacinas que atende aos padrões da Organização Mundial da Saúde.

Send this to a friend