VÍDEO: “Para defender o ex-presidente Lula e os trabalhadores é necessária uma mobilização revolucionária”

No encerramento do ato de 1º de Maio em Curitiba, o companheiro Antônio Carlos da direção nacional do PCO fez um primeiro balanço das mobilizações e desse dia de luta dos trabalhadores.

Ele destacou que “a questão mais importante é a necessidade de reunir em cada lugar os comitês de luta contra o golpe de todo o país. Avaliou que “vimos que no ato se apresentaram duas políticas. Setores que ainda apresentaram na conversa fiada das eleições; os abutres agora vem pegar o certificado de que são da esquerda, mas nem mobilizaram para o ato, por exemplo”. “Por outro lado teve uma militância combativa, que não vai aceitar plano B, e, principalmente, pela militância que passou por cima das direções. Esse movimento deixou claro que vamos para rua e não vamos aceitar essa situação”.

Antônio Carlos deixou claro que “para defender o ex-presidente Lula e os trabalhadores é necessária uma mobilização revolucionária”.