VÍDEO: “o futebol é a autoafirmação das camadas populares contra o imperialismo”

brasil

Da redação – O companheiro Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária, debateu na última Análise Política da Semana, apresentada pela Causa operária TV, a questão do futebol brasileiro sofrer com a campanha imperialista. Campanha que atacou durante toda a Copa do Mundo a melhor seleção do mundo e o melhor jogador do mundo, Neymar Jr. Rui deu exemplos de diversos países atrasados que demonstraram torcer pela seleção canarinho, em vídeos que circularam nas redes vindos de Cuba, de diversos países da África com o povo em festa nas ruas, e demonstrou que esse sentimento se dá, principalmente, por conta da opressão capitalista contra o negro ainda nos dias de hoje.

“O futebol, uma coisa que essa Copa mostrou mais uma vez, colocou mais às claras – possivelmente também tem a ver com a nossa propaganda e com a crise brasileira -, é que não apenas é uma manifestação do nacionalismo anti-imperialista brasileiro, das camadas mais populares do país, como ele também é uma manifestação do nacionalismo anti-imperialista de muitos outros povos que torceram pelo Brasil por que eles detestam os Europeus e por que eles acham que o futebol brasileiro é uma arte.

“As declarações são diversas. Uns falam: ‘o futebol brasileiro é uma arte’,  outros que ‘o Brasil é um país negro’, por que é o maior país negro fora da África. É um país pobre que se enfrenta com os poderosos, então quem que não tem ódio pelos poderosos? O cidadão lá do Oriente Médio, da África, da América Latina, do Caribe, que está sofrendo lá, comendo o pão que o diabo ameaçou, levando bomba na cabeça, logicamente não vai simpatizar com a seleção inglesa ou francesa.”

Assista a explicação do companheiro, se inscreva no canal, curta, comente, compartilhe e contribua para que a COTV avance sua programação com programas como o futebolístico Zona do Agrião: