Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
dce1cdd5ab7f209198c8418ee41ccbc8
|

Da redação – Um gigantesco ato foi realizado no último domingo (03) na cidade de Calcutá, na Índia, em defesa das reivindicações da classe trabalhadora e contra as medidas dos governos direitistas da região e também a nível nacional.

De acordo com o portal Morning Star, havia cerca de um milhão de pessoas na manifestação. Por sua vez, o sítio The Quint informa que muitos dos presentes provinham de cidades espalhadas por todo o estado de Bengala Ocidental e também de outros estados do país. Um ato realmente multitudinário.

O ato foi um comício da Frente de Esquerda, convocado pelo Partido Comunista da Índia – Marxista (PCI-M). As eleições gerais ocorrerão em abril e maio.

Embora seja uma manifestação com fins eleitorais, é preciso destacar a disposição de mobilização da classe trabalhadora indiana, uma das maiores do mundo (uma vez que o país tem mais de 1,3 bilhão de habitantes), além de seu potencial explosivo.

Demonstra também a popularidade da esquerda no país asiático, uma esquerda que – apesar das contradições e posições reformistas – tem grande apoio da classe trabalhadora e das classes populares no geral.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas