Vídeo: “consórcio criminoso”, acusa Paulo Pimenta (PT) sobre ações da Lava Jato, TRF-4, Ministério Público e PF

paulo

Da redação – O deputado federal pelo Rio grande do Sul, Paulo Pimenta (PT), cedeu declaração de que a bancada do Partido dos Trabalhadores irá tomar medidas contra o “consórcio criminoso” dos golpistas, escancarado após as últimas revelações feitas pelo ex-diretor da Polícia Federal (PF), no tocante da intervenção de Sérgio Moro (Lava Jato), Raquel Dodge (procuradora-geral da República), contra o próprio diretor e Thompson Flores (TRF-4), pois todos interviram na liberdade de Lula concedida pelo plantonista do STF na ocasião.

As denúncias são de que os serviçais golpistas dentro das instituições, ligaram na Polícia Federal de Curitiba quando foi liberado o processo a favor de Lula e impediram que fosse cumprido. Uma ação totalmente ilegal, demonstrando que esses detém o poder, e assim, rasgam a lei, pouco se importando com a aparência de seus atos.

Ocupar Brasília amanhã, dia 15, é mais do que necessário, e agora, eis a prova final aos trabalhadores que tinham dúvida se Operação Lava Jato era organizada pelos norte-americanos para destruir a economia brasileira e todas as conquistas dos trabalhadores. A prisão de Lula foi uma ação ditatorial, ilegal, sem provas, e só através da força das organizações de trabalhadores poderemos derrotar esse golpe e libertar o ex-presidente.

Veja o vídeo na íntegra: