Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
milicianosafp
|

Da redação – Trabalhadores pertencentes à Milícia Bolivariana saíram em marcha nas ruas da cidade de Sabaneta, no estado de Barinas, para demonstrar a organização da população, que está armada e preparada para a guerra caso o imperialismo invada a Venezuela.

A Milícia Bolivariana tem atualmente 1,6 milhão de membros e, até abril, o governo de Nicolás Maduro pretende aumentar o seu contingente para 2 milhões.

Maduro também convocou, no último sábado (02), em um grande comício em Caracas comemorando os 20 anos do início do governo chavista com Hugo Chávez, os milicianos a se tornarem soldados da ativa da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB).

Um dos principais motivos do imperialismo para invadir e dominar a Venezuela, além dos recursos naturais, é a grande organização da classe trabalhadora venezuelana. Organizadas em comunas, grandes sindicatos, e até mesmo em milícias, as camadas populares do país têm o potencial de criar um governo paralelo e, atualmente, têm o maior potencial revolucionário da região, o que significa um perigo para a burguesia interna e para o imperialismo, por isso as incessantes tentativas de derrubar o governo e destruir o processo revolucionário venezuelano.

Assista ao vídeo da marcha e inscreva-se no canal do Diário Causa Operária:

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas