Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Brasilia DF 06 08 2018 O PDT anuncia Kátia Abreu para vice de Ciro GomesO PDT deve anuncia a senadora Kátia Abreu (TO) como candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes na disputa presidencial da eleição de 2018.foto Marcelo Camargo/Fotos Publicas
|

Katia Abreu, vice do candidato à presidência Ciro Gomes, pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), demonstrou a quem as propostas de governo do presidenciável pretendem atender: a burguesia. Nas 10 perguntas respondidas, foram perceptíveis diversas atrocidades, como, por exemplo, considerar Fernando Henrique Cardoso, e seu governo, de esquerda.

Quando Kátia foi questionada a respeito de pautas importantes no avanço aos direitos das mulheres, o absurdo foi ainda maior. Em uma das perguntas, referentes à discussão sobre a descriminalização do aborto, afirma que “é uma inutilidade discutir a questão do aborto numa candidatura à presidência e vice”, uma vez que “a legislação que está posta hoje é o suficiente”.

É importante lembrar que, atualmente, as leis vigentes criminalizam grávidas que praticam aborto, a exceção de casos de estupro, má formação fetal ou risco de vida a gestante. As penas podem chegar até 10 anos de prisão. Para a candidata a vice presidência, discutir sobre o direito das mulheres decidirem sobre seus corpos e vidas é irrelevante. Na mesma entrevista, afirma ainda que “não gostaria de ver mulher presa por isso”, o que acaba sendo contraditório, já que concorda com a empregabilidade da lei, tal qual está posta.

Quando questionada sobre formas de sua atuação, caso eleita, em decisões voltadas às mulheres, afirma que seus direitos serão conquistados “de forma institucional e democrática, sem grito, sem rasgar sutiã, nem nada disso”. Mas será mesmo que as mesmas instituições que criminalizam e punem gestantes por realização de aborto no país irão solucionar os problemas de repressão e opressão da mulher?

Katia, mais uma vez, demonstrou que sua campanha, e de seu candidato, Ciro Gomes, pouco se importa com pautas relacionadas aos direitos das mulheres. Pelo contrário, ao concordarem com a atual forma de punição a elas, perpetuam a ideia de repressão e opressão a mulher.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas