Menu da Rede

Como o imperialismo usa ONGs para desestabilizar inimigos

Esquerda é vermelha

Verde e amarelo são cores usadas para enganar o povo

A direita usa a bandeira do Brasil como uma máscara para esconder sua verdadeira face

Quem não se lembra dos coxinhatos na Avenida Paulista e o pato amarelo da FIESP? – Foto: Everton Amaro / Helcio Nagamine

A direita usa o verde e o amarelo porque não pode usar a bandeira do PSDB senão apanha do povo. Simples assim. O povo odeia os partidos da direita, por isso eles precisam se esconder atrás da bandeira do Brasil.

A burguesia é assim. Como ela não tem nenhum partido com o mínimo de popularidade, ela usa o verde e o amarelo. Na verdade, a burguesia não tem partido. O partido dela é o dinheiro. Como ela também não pode falar isso em público, ela troca a palavra dinheiro pela palavra Brasil. Por isso, na prática, ela fala: “meu partido é o Brasil.”

Entretanto, também não pode falar isso neste momento porque essa frase ficou famosa justamente na boca de Bolsonaro, a quem a burguesia tenta se desvencilhar publicamente – embora na prática esteja se aproximando cada vez mais dele, sem perspectivas de uma terceira via para 2022.

O próprio Bolsonaro usa o verde e o amarelo, tal como fizeram os generais golpistas de 1964, para esconder sua política entreguista e antipopular sob um verniz fajuto de “patriotismo”.

É para isso que servem as cores verde e amarelas e a bandeira do Brasil.

A esquerda, entretanto, ainda não entendeu isso. Diz ser preciso “recuperar” as cores da bandeira do Brasil. Cores, porém, que nunca foram as da esquerda, cuja cor histórica em todo o mundo é o vermelho, representando o sangue derramado pelos oprimidos e o caráter internacionalista de sua causa.

A esquerda cai na propaganda da burguesia. A imprensa capitalista diz que os atos dos dias 29 de maio e 19 de junho foram “vermelhos demais”, ou seja, partidários, de esquerda, criticando esse fato. Não é isso o que a burguesia quer. Ela tem medo da esquerda organizando as amplas massas populares nas ruas. Precisa tomar as rédeas da situação. Precisa, portanto, cortar o apoio que a esquerda tem.

Para isso, ela tenta transformar os atos vermelhos do povo em atos verde e amarelos coxinhas, como fez em 2013.

A burguesia já faz uma campanha de que o centro, a oposição “ampliada” (frente ampla) deve participar e comandar os atos. E, para isso, faz a campanha das cores verde e amarelo em oposição ao vermelho da esquerda.

Uma parte da esquerda, obediente à burguesia, cai no jogo. Acredita que utilizando o verde e o amarelo irão contentar a ânsia da direita golpista. Mas o que a direita golpista quer é chutar a esquerda dos atos.

Nessa crença, a esquerda acaba adotando exatamente a mesma política mentirosa da burguesia. Ou seja, confunde o povo, dizendo que os atos são “apartidários”, “plurais”, enfim, verde e amarelos.

Como explicamos acima, o verde e amarelo é a cobertura que esconde por trás o PSDB, a Globo, a FIESP (todos vimos isso claramente com o golpe de 2016). Portanto, usando essas cores, a esquerda acaba simplesmente traindo os trabalhadores, sua base social, e sua militância.

Não tem por que a esquerda se esconder. Quem se esconde é a burguesia, a direita, odiadas pelo povo. A esquerda deve mostrar claramente que está do lado do povo e fazer uso intenso do vermelho. É preciso delimitar definitivamente a diferença abismal entre a luta dos trabalhadores e a farsa da direita golpista.

A esquerda não tem nada a esconder. Sua cor é o vermelho. Verde a amarelo são as cores dos charlatães direitistas.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.