Venha se armar para a luta contra o golpe e o fascismo

Ag

As lutas contra o golpe de Estado que derrubou a presidenta Dilma Rousseff e mantém como preso político o ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva, deixaram totalmente evidentes que os trabalhadores não podem sair vitoriosos diante dos golpistas com a mesma orientação política e os mesmos métodos que dominaram a esquerda nas últimas décadas.

A política de colaboração e capitulação diante do regime golpista e do governo ilegítimo de Bolsonaro que avança contra os trabalhadores, a juventude, as mulheres, os negros e todos os explorados, se mostra claramente como um beco sem saída, um caminho de derrotas para a luta contra o golpe.

Operários do ABC se levantam contra a ditadura no final dos anos 70
Operários colocam os integralistas para correr na década de 30

A história da luta de classes em nosso País, bem e a luta dos trabalhadores em todo o mundo já mostraram que é possível derrotar o fascismo e a extrema
direita. São inúmeros os casos em que os trabalhadores saíram vitoriosos diante da reação.

Corpos de Mussolini e seus aliados são exibidos e praça pública após serem mortos por partisans anti-fascistas

Mas que para que isso aconteça é preciso superar a política de colaboração de entendimento com os golpistas, aliados do imperialismo, dotando o movimento de luta dos trabalhadores, da juventude e de todos os explorados e suas principais organizações de um programa e uma política que impulsione a única perspectiva capaz de derrotar os golpistas: uma mobilização revolucionária que coloque em ação forças poderosas forças do movimento de massas, para derrotar a direita pelos meios que forem necessários.

Esta perspectiva precisa ser assimilada, não só da experiência prática, mas também do estudo com base no materialismo histórico, na análise concreta da situação concreta. É preciso aprender da experiência histórica; estudar e organizar a contraofensiva dos explorados e de suas organizações, para a próxima etapa de enfrentamento com a direita

Por isso, queremos convidar você leitor, professor, trabalhador, estudante, ativista da luta contra o golpe e todos os demais

interessados, a virem conosco, estudar e participar do 43ª Universidade de Férias do PCO, com o curso “O FASCISMO, O QUE É E COMO COMBATÊ-LO?”, que será ministrado de 12 a 27 de janeiro próximos, pelo companheiro Rui Costa Pimenta.

A atividade ocorrerá na Grande São Paulo, em local agradável, onde se desenvolverão – além do Curso – animadas atividades culturais, de recreação e lazer organizadas pela AJR – Aliança da Juventude Revolucionária, a Juventude do PCO.

Vamos nos armar para fazer vitoriosa, coletivamente – como parte de uma ampla mobilização de massas – a luta contra o golpe e o fascismo.

Você pode participar, de qualquer lugar do Brasil. Pode também contribuir para promover o acesso ao evento de jovens e trabalhadores em condições de desemprego e sem os recursos necessários.

Inscreva-se, participe e/ou contribua com a “Escola Superior” de luta contra o golpe e o fascismo, organizada por aqueles que efetivamente participam dessa luta.