Venezuela: multidão popular sai às ruas contra o golpe imperialista e em defesa de Maduro

juv

Da redação – Milhares de venezuelanos estão nas ruas de Caracas e de outras cidades da Venezuela em novos atos contra o golpe patrocinado pelo imperialismo (que ameaça invadir o país) e em defesa do governo do presidente legítimo, Nicolás Maduro, nesta terça-feira (12).

Em Caracas, a marcha partiu da Praça Morelos e tem destino na Praça Bolívar.

O mote para essa nova mobilização é o Dia da Juventude, comemorado todos os dias 12 de fevereiro na Venezuela. Foi nessa data, em 1814, que a juventude venezuelana se enfrentou com as forças coloniais espanholas, em meio à luta pela independência da Venezuela.

Durante o período chavista, a juventude tem sido um dos principais pilares de sustentação do governo nacionalista. Devido a isso, o governo estabeleceu uma série de políticas para a educação e a juventude. Em 2005, foi erradicado o analfabetismo, sendo reconhecido pela ONU.

Além disso, 11 universidades foram criadas na Venezuela desde que Hugo Chávez chegou ao poder.

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a Venezuela é o quinto país do mundo em número de estudantes que acessaram a universidade (2,6 milhões de estudantes universitários, um crescimento de 800%). Além disso, 75% das instituições de ensino superior são públicas.