16 de novembro
Enquanto isso, as manifestações da direita estão totalmente vazias.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
marcha_16n_chavismo.jpg_1718483347
Foto: TeleSUR |

Da redação – Neste 16 de novembro, os trabalhadores saíram às ruas contra o golpe de Estado promovido pela direita. Com o apoio dos Estados Unidos, os apoiadores do fascista Juan Guaidó estão nas ruas para protestar contra o governo de Nicolás Maduro e defender o golpe no país.

As manifestações populares, convocadas por Maduro, foram realizadas contra a tentativa de desestabilizar o país pela direita golpista. A manifestação foi chamada sob o nome de “Marcha contra o fascismo” e as ações golpistas promovidas pelos Estados Unidos e a Organização dos Estados Americanos (OEA).

Além disso, pode-se ver na manifestação dos trabalhadores a solidariedade dos venezuelanos à luta dos trabalhadores da Bolívia contra o recente golpe que aconteceu no país.

Autoridades venezuelanas haviam denunciado na última sexta-feira (15) que estava sendo orquestrada uma manobra golpista para tentar derrubar o governo de Nicolás Maduro, ao estilo do que fizeram com o presidente da Bolívia, Evo Morales.

Em seu twitter, o presidente da Venezuela ressaltou outras “Marchas contra o fascismo” que ocorreram em outras cidades do país.

Enquanto isso, as manifestações da direita estão totalmente vazias.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas