Ajuda humanitária a Manaus
Trabalhadores e governo venezuelano doarão carga diária de oxigênio para ajudar os manauaras
SIdor - Venezuela 2
Dois terços da produção na fábrica SIDOR em Puerto Ordaz está sendo doada para Manaus. | Foto por: reprodução.
SIdor - Venezuela 2
Dois terços da produção na fábrica SIDOR em Puerto Ordaz está sendo doada para Manaus. | Foto por: reprodução.

Nesta segunda estão previstas para chegar a Manaus os primeiros 3 caminhões com cerca de 80 mil litros de oxigênio cada um, doados pelo governo da Venezuela. A carga inicial, só nesta segunda, será de 8 caminhões, que já se encontram na fronteira com o Brasil.

Foi anunciado nesta segunda (18) adicionalmente que o governo Venezuelano doará diariamente uma carga de 2 caminhões por dia, cerca de 25 mil m³ de oxigênio, que estão sendo destinados da fábrica Siderúrgica del Orinoco Alfredo Manero, localizada em Puerto Ordaz, Estado de Bolívar.

As informações dadas pelo governador do Estado bolivariano, Justo Noguera, à revista Forum, na qual ele destaca que a fábrica está destinado dois terços de sua produção para atender crise sanitária no Estado brasileiro e trata-se de uma verdadeira ajuda humanitária do país, visto que os governos brasileiros não precisarão pagar nada, nem o material doado, nem o transporte ou logística, está tudo sendo doado pelo governo Venezuelano.

Adicionalmente, a empresa brasileira White Martins está importando parte do seu estoque em sua fábrica no norte do país, no Estado de Aragua, para atender a emergência no Amazonas.

Trabalhadores venezuelanos se solidarizam e trabalham para ajudar Manaus:

Relacionadas
Send this to a friend