Ameaça terrorista estrangeira
Governo denuncia plano terrorista para destruir refinarias e impedir a vitória eleitoral do chavismo nas eleições de domingo.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Venezuela - Ataque terrorista (1)
Vice-presidente de economia, Terek El Aissami, denuncia plano terrorista estrangeiro. | Foto por: reprodução/twitter

O vice-presidente econômico da Venezuela, Tarek El Aissami, tornou público planos frustrados de um atentado terrorista de grandes proporções contra as refinarias de petróleo venezuelanas.

Apresentando em rede nacional nesta sexta (11) algumas detonadores e equipamentos que seriam utilizados por mercenários vindos da Colômbia apreendidos na cidade de Morón, Estado de Carabobo. O atentado tinha como visava destriur a refirania de El Palito, instalações vizinhas e inclusive um grande oleoduto que liga toda a região produtora da refinaria bem como a cidade de Puerto Cabello.

O objetivo seria criar todo um caos no país, permitindo a entrada de novos grupos terroristas e a suspensão das eleições realizadas no último domingo (06), na qual aliás, o chavismo sai com uma vitória esmagadora, levando 90% dos parlamentares da Assembleia Nacional.

Segundo o governo Venezuelano, as ações terroristas, são monitoradas pelos serviço de inteligência e pelas Forças Armadas Bolivarianas (FANB) e são de pleno conhecimento do governo colombiano e da inteligência norte-americana, os quais inclusive dão condição para a atuação desses grupos terroristas na Colômbia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas