Terrorismo contra a Venezuela
Ataque armado destrói parte de refinaria venezuelana em Estado próximo à fronteira com a Colômbia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Refinaria Amuay - PDVSA1
Refinaria Amuay, Falcon, Venezuela. | Foto por: reprodução.

O presidente venezuelano Nicolas Maduro informou, em entrevista coletiva no começo da tarde desta quarta (28), que a refinaria Amuay foi atacada por armas de fogo e por uma “poderosa arma” que derrubou sua torre principal.

A refinaria fica localizada no Estado de Falcón, próximo à fronteira com a Colômbia, e tem capacidade de produção de 645 mil barris de combustível por dia, mas atualmente produz 310 mil barris, por conta das dificuldades geradas pelo bloqueio econômico imposto pelos EUA que impede o país de comercializar e adquirir insumos para produção.

Maduro informou que uma investigação está em curso e dentro de algumas horas o ministro das comunicações dará uma coletiva informando mais detalhes do ataque e lembrou que há dois dias foram detidos dois estrangeiros mercenários que tinham planos para assassinar líderes do governo.

Em setembro um norte-americano foi detido com informações sigilosas sobre a PDVSA, que seriam usados para causar uma grande explosão na refinaria Amuay.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas