Venezuela condena novas agressões da Colômbia

canciller-jorge-arreaza.jpg_1209092872

Caracas, 23 nov., AVN (Agência Venezuelana de Notícias):

A Venezuela condenou as novas agressões contra o país por parte do chanceler da Colômbia, Carlos Holmes Trujillo, que magnificou mais uma vez a suposta crise migratória venezuelana ao chanceler da Alemanha, Heiko Maas, com o objetivo de solicitar apoio financeiro.

“Que vergonha que a política exterior de uma nação tão grande e complexa como a Colômbia se circunscreva, quase exclusivamente, a mendigar pelo mundo para seguir vivendo do sistema internacional, enquanto agridem o povo venezuelano”, escreveu o chanceler da República, Jorge Arreaza em sua conta no Twitter.

Arreaza divulgou sua mensagem com um tuíte publicado pela chancelaria colombiana que diz: “Chanceler @CarlosHolmesTru ressaltou o respaldo do Governo alemão na promoção de soluções à crise migratória de venezuelanos em especial o: ‘Apoio técnico e financeiro para atender a população de migrantes venezuelanos presente na Colômbia’.

Desde o início de 2018, a Colômbia tem intensificado suas agressões contra  Venezuela, magnificando a crise migratória, ação que pemitiu obter dividendos.

De fato, durante 2018 a Colômbia recebeu pelo menos US$32,4 milhões por parte de organismos internacionais após seu chamado de auxílio econômico inscrito na massificação da migração venezuelana e a campanha xenofóbica que começou com a gestão do ex-presidente Juan Manuel Santos e que hoje continua com seu sucessor, Iván Duque.