Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
canciller-jorge-arreaza.jpg_1209092872
|

Caracas, 23 nov., AVN (Agência Venezuelana de Notícias):

A Venezuela condenou as novas agressões contra o país por parte do chanceler da Colômbia, Carlos Holmes Trujillo, que magnificou mais uma vez a suposta crise migratória venezuelana ao chanceler da Alemanha, Heiko Maas, com o objetivo de solicitar apoio financeiro.

“Que vergonha que a política exterior de uma nação tão grande e complexa como a Colômbia se circunscreva, quase exclusivamente, a mendigar pelo mundo para seguir vivendo do sistema internacional, enquanto agridem o povo venezuelano”, escreveu o chanceler da República, Jorge Arreaza em sua conta no Twitter.

Arreaza divulgou sua mensagem com um tuíte publicado pela chancelaria colombiana que diz: “Chanceler @CarlosHolmesTru ressaltou o respaldo do Governo alemão na promoção de soluções à crise migratória de venezuelanos em especial o: ‘Apoio técnico e financeiro para atender a população de migrantes venezuelanos presente na Colômbia’.

Desde o início de 2018, a Colômbia tem intensificado suas agressões contra  Venezuela, magnificando a crise migratória, ação que pemitiu obter dividendos.

De fato, durante 2018 a Colômbia recebeu pelo menos US$32,4 milhões por parte de organismos internacionais após seu chamado de auxílio econômico inscrito na massificação da migração venezuelana e a campanha xenofóbica que começou com a gestão do ex-presidente Juan Manuel Santos e que hoje continua com seu sucessor, Iván Duque.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas