Campeonato brasileiro
Flamengo, o time mais rico do Brasil, é o campeão do Brasileirão de 2020

Por: Redação do Diário Causa Operária

O Brasileirão de 2020 termina da forma mais frustrante dos últimos anos, para todas as torcidas do país, até mesmo para o campeão, o Flamengo, que apesar do título, não conseguiu mostrar em campo porque é o melhor time do Brasil.

O Flamengo se tornou campeão na última rodada do campeonato, mas não pelas suas próprias forças, já que foi derrotado pelo São Paulo Futebol Clube, em um jogo que o time paulista, com a vitória de 2 a 1 sobre o time carioca, mostrou que deveria ter tido mais sorte nesse campeonato.

Durante boa parte do campeonato, o São Paulo foi a sensação do campeonato, e devido a crises políticas que o time enfrenta faz alguns anos, perdeu a liderança da competição nas últimas rodadas. Na sequência o Internacional, de Porto Alegre (RS), assumiu o protagonismo, mostrando novamente a liderança do excelente técnico de futebol, Abel Braga.

O Flamengo só veio a surgir como possível campeão, nas quatro últimas rodadas. E é preciso dizer que isso se deu envolvendo muitas polêmicas devido a interferência do VAR (vídeo para auxiliar a arbitragem).

No penúltimo jogo do campeonato, os dois times que disputavam a liderança, Flamengo e Internacional se enfrentaram e o VAR interferiu de forma clara para favorecer o Flamengo, quando o expulsou um jogador do Internacional por uma falta que o cartão amarelo já seria muito, quando o jogo ainda estava empatado em 1 a 1.

Com um jogador a menos, o Flamengo conseguiu fazer o segundo gol, justamente no setor do campo que o jogador expulso foi escalado. Já na última rodada o VAR interferiu quatro vezes no jogo entre Internacional e Corinthians, prejudicando o Inter e por consequência ajudando o Flamengo. Foram anulados três gols do Inter e um pênalti que já havia sido marcado pelo árbitro.

Muitos vão dizer que os lances mereciam ser anulados, no entanto, relativizando as polêmicas, até em razão do próprio Internacional ter sido beneficiado pelo VAR em jogos anteriores, quem apitou o campeonato inteiro, na verdade, foi o VAR. No final o Internacional não conseguiu sair do zero a zero com o Corinthians, e mesmo com a derrota do Flamengo para o São Paulo, não conseguiu levar o título.

Derrotar o VAR

Desde que o VAR surgiu no futebol, a explicação era que seria apenas um instrumento para auxiliar os árbitros, no entanto, esse mecanismo se tornou um meio eficiente dos capitalistas que controlam o futebol, para ajeitar resultados, baseados em seus interesses mercantis. É por isso, que desde o início o VAR vem desagradando todos que estão envolvidos no futebol, jogadores, técnicos, cartolas, torcedores e até o consagrado ex-árbitro de futebol, Arnaldo César Coelho, que afirmou em entrevista que o VAR tirou o respeito dos árbitros de futebol.

Os torcedores o apelidaram de “Vídeo para Arrumar Resultados” ou “Vídeo para Ajudar o Ricos”.
Nesse campeonato brasileiro, devido a pandemia, por consequência a ausência de torcedores nos estádios de futebol, o VAR ganhou mais liberdade para barbarizar, como no jogo entre Vasco e Internacional, que o VAR apareceu para analisar um impedimento, paralisou o jogo por seis minutos, é depois foi dito que não tinha competência para fazer a análise, favorecendo o Inter.

No entanto, as reclamações contra o VAR acabam sendo de tipo faccional, ou seja, só existe reclamação quando o time é prejudicado, mas quando o time é beneficiado, o negócio é fingir que o VAR é isento. É preciso que exista um movimento entre todos os clubes e suas torcidas pela extinção do VAR, pelo bem do futebol e contra a oficialização do VAR.

O saldo positivo do Brasileirão de 2020

Para não ficarmos em uma análise de que o Brasileirão 2020 só foi manipulação, o que temos que destacar de positivo nesse campeonato é que a campanha pelos técnicos estrangeiros no futebol brasileiro perde a força com o campeonato do Flamengo, dirigido por Rogério Ceni, e a excelente campanha do Internacional. De um lado o promissor Ceni, que levou o Flamengo ao título, é do outro o experiente técnico Abel Braga, que era dado por essa imprensa esportiva do Brasil, adoradores dos gringos, como ultrapassado e anacrônico.

Send this to a friend