Veja as declarações
Confira as falas dos militantes do Partido da Causa Operária, que intervieram na 30º Conferência Nacional
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
WhatsApp Image 2020-08-15 at 17.56.34
30º Conferência | DCO

A 30º Conferência Nacional do Partido da Causa Operária foi realizada neste último final de semana (15 e 16), sendo responsável por aprovar o programa do partido para as eleições deste ano e o período seguinte.

Confira abaixo intervenções de companheiros de todo o País, que foram responsáveis pela aprovação do programa:

Rui Costa Pimenta (Informe Político):

“A esquerda vive de ilusões, mas não faz nada. Não fez nada desde o golpe de 2016. Chamamos a esquerda para ruas contra o golpe, pelo Fora Bolsonaro (…) nesse momento aqui a grande fantasia são as eleições de 2020, do qual a esquerda vai ser derrota, como aconteceu em 2014 e 2018”; “Enquanto isso o imperialismo da uma série de golpe de Estados (…), a direita avança contra os trabalhadores em todos os lugares”; “A esquerda se apresenta como uma nulidade política, este é o quadro fundamental”

https://www.youtube.com/watch?v=rdAkmGdkKb0&list=PL6exWLai3Il3Vl-mbNfon6q0Bth23pELI&index=2&t=0s

Rafael Dantas

“Uma crise que não se resume ao problema sanitário mas uma crise política (…) os fascistas, Bolsonaro e Trump, tiveram desde o início a política de não fechar (…) trata-se da profunda crise histórica do capitalismo”.

“A burguesia, a extrema-direita, estão profundamente em crise (…) nossa tarefa nas eleições é organizar um movimento que impeça a ação dos fascistas, que seja responsável pela formação de um partido operário, e que tenha como palavra de ordem central o Fora Bolsonaro”

Henrique Simonard

Henrique Simonard faz sua declaração, em defesa do fortalecimento dos comitês “em muitos partidos há setores que ficam paralisados pela política de suas direções, mas que de fato querem lutar”.

Paulo Felipe

“As ruas são as únicas amigas dos trabalhadores”. Além disso, cita os casos das tentativas de abaixar a bandeira da esquerda como em Porto Alegre, São Paulo, etc. Por fim, declara a necessidade da “formação dos comitês de autodefesa para todas as parcelas oprimidas”, com a finalidade de impulsionar a luta contra os golpistas.

Edson Dorta

Dirigente Nacional do PCO, e trabalhador dos Correios coloca a necessidade de um programa de luta nas eleições “precisamos lutar contra a privatização dos correios”. Além disso, ressalta a diferença dos candidatos do PCO, e os ataques e perseguições sofridos pela imprensa burguesa.

Renan Arruda

Emmanuel Lobo

Matheus Vetter

Henrique Áreas

Maya Bastos

“É necessário que esta seja uma greve nacional contra o EAD e a volta às aulas para impedir esse genocídio do governo golpista”.

Luiz Eugênio

Juliano Lopes

A ação da PM que “bateu o próprio recorde, matando neste ano mais do que nos anos anteriores”. “Esse é um exército repressivo do Estado, que serve para conter a ação e rebeldia do povo negro”.

Renato Farac

“Com o golpe se intensificou o ataque dos latifúndios (…) existe um processo de privatização dos assentamos, as áreas indígenas estão se diminuindo seus tamanhos. Uma política da extrema-direita a medida que a esquerda recua”.

Marília Garcia

“Grande ataque, iniciado pelo EAD, e a manutenção do semestre, uma facilitação da própria volta as aulas presenciais”. “Nossa responsabilidade nesse momento é histórica”.

Antônio Carlos

“A eleição está armada para os golpistas ganhar na ‘mão grande’. Se esta lei estivesse vigente nas eleições passadas, sequer o partido de Bolsonaro teria direito a tempo na televisão, tamanha a arbitrariedade”. “Agora não há nada, sequer podemos colar cartazes. Agora vamos ver nessas eleições que os vigaristas que eram contra a mobilização pública por conta da contaminação, sair as ruas na campanha eleitoral (…) quero ver se a esquerda na hora das eleições fará campanha simbólica”.

“A única solução para os trabalhadores durante a crise que temos é colocar abaixo o regime golpista. É a mobilização dos trabalhadores”.

Victor Assis

Toda situação de crise política a burguesia vem com esta proposta de frente que sempre sai muito ruim para os trabalhadores”.

Fábio Picchi

“Eu gostaria de destacar a participação da célula PCO Europa na Conferência, que esta não é só uma Conferência Nacional como internacional (…) fizemos diversos atos pelo Fora Bolsonaro na Europa, demonstrando a força do partido, não só na Europa como também em outras regiões, dando um caráter internacional ao partido”.

Izadora Dias

Izadora, militante do PCO e do coletivo João Cândido, denuncia a “tortura sistemática contra a classe trabalhadora, realizada pelos presídios”

Tiago Pires

Nivaldo Orlandi

Larissa Leonetti

“10 mil exemplares por semana, um aumento de 100%. Hoje, o JCO está presente em todas as regiões do país. Devemos levar a sério a expansão e difusão do jornal, que é o nosso militante nº1”.

João Pimenta

Eduardo Vasco

“Devido ao acirramento da polarização política, as massas estão se juntando cada vez mais com a política revolucionária do Partido da Causa Operária”

Eduardo Lopes

João Vitor Dauzaker

Outros muitos companheiros também fizeram sua intervenção. Na gravação da Conferência na Integra, você poderá ver estes e muitos outros.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas