Contra o fascismo
Ex-presidenta se solidarizou com o PCO e repudiou ataque fascista sofrido pelo seu jornal eletrônico
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
dilma
Dilma Rousseff | Reprodução

A ex-presidenta Dilma Rousseff também enviou sua mensagem para o ato em repúdio ao ataque fascista sofrido por este Diário. O ato foi convocado pelo Partido da Causa Operária (PCO) e contou com centenas de videos, mensagens e apoios de personalidades, lideranças políticas, sindicais, populares, estudantis de diversas partes do mundo, além do próprio Brasil.

O apoio de Dilma é extremamente significativo. A presidenta enfrentou a monstruosidade da ditadura de 64, quando era militante revolucionária, tendo sido presa e torturada sob a brutalidade do regime militar. Após sobreviver, décadas depois, já como presidenta, foi derrubada pelo golpe de Estado de 2016, novamente enfrentou os ataques ferozes da mesma direita golpista e fascista e seguiu firme na luta.

Logo, a solidariedade de Dilma com o DCO não é uma solidariedade qualquer. Trata-se de uma pessoa que mesmo diante de todas as dificuldades possíveis e imagináveis, diante do terror do fascismo em 64 e 16, nunca abandonou suas convicções e em nenhum momento recuou da luta! Dilma, portanto, é uma pessoa que expressa justamente o espírito da campanha que o PCO propôs.

A atividade ocorreu neste sábado (8), em S. Paulo capital, mas também foi transmitida ao vivo pelo sinal 24h da COTV. Para assistir ao ato completo clique aqui.

Além de Dilma, o ex-presidente Lula também enviou sua mensagem de apoio ao Partido relembrando grandes momentos do último período da luta contra o golpe, contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e também agora pelo Fora Bolsonaro. Você pode assistir ao vídeo de Lula aqui.

Abaixo, a nota na íntegra, da ex-presidenta

“Aos companheiros Rui da Costa Pimenta, Antônio Carlos e a todos os companheiros e amigos do PCO

Recebam a minha mais calorosa solidariedade neste momento em que enfrentam uma ofensiva criminosa de grupos fascistas que, por meio de hackers, invadiram o site do “Diário da Causa Operária” e destruíram milhares de artigos publicados e arquivados. Em uma conjuntura de ataques flagrantes à democracia, quando foi revelado que o governo de extrema direita está espionando e fichando militantes antifascistas, num ato típico das ditaduras militares, a invasão do site do PCO é mais uma ação grave de violência política e um atentado às liberdades democráticas. É uma ignóbil afronta ao estado democrático de direito. Os fascistas, identificados com o governo ou por ele apoiados, querem calar e destruir a imprensa operária e popular. Tentam impor o discurso único das fake news, muitas das quais, segundo investigação do STF, foram produzidas no interior do Palácio do Planalto pelo chamado “gabinete do ódio”. O PCO sempre esteve fortemente identificado com as causas populares. Tem estado do lado certo da história, como na luta contra o golpe de 2016; na defesa vigorosa, tenaz e irredutível da anulação do impeachment; na defesa da liberdade de Lula e no combate à ascensão da extrema direita. Conta e contará sempre com a minha solidariedade e meu apoio, ainda mais quando está sendo agredido em seu direito democrático de expressão e manifestação. Manifesto minha solidariedade ao companheiro e amigo Rui Costa Pimenta, presidente do PCO e a todos os militantes do partido. Reafirmo a minha confiança de que, unidos e mobilizados, resistiremos ao fascismo que não pode passar. E não passará!

Dilma Rousseff”

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas