Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
onyxxx
|

Da redação – Como um verdadeiro regime de extrema-direita, o governo ilegítimo fruto da fraude eleitoral de Jair Bolsonaro já começa o mandato com demissões puramente de caráter ideológico.

O ministro golpista da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), determinou a exoneração ou dispensa de 320 funcionários comissionados ou em funções de confiança em seu ministério. O motivo das demissões, segundo o próprio ministro de extrema-direita, é a punição política para aqueles que não se identificam com as ideias fascistas do governo.

“Nós vamos ‘despetizar’ o Brasil”, disse Lorenzoni. Trata-se de uma verdadeira e clara “caça às bruxas”, que cinicamente o fantoche da burguesia diz não existir. “Para não sair caçando bruxa, primeiro a gente exonera e depois a gente conversa.”

Perseguição política pura contra os que, supostamente, não se enquadram com a política entreguista, subserviente e neoliberal do governo da fraude.

Algo típico dos regimes fascistas, que revela o verdadeiro caráter do regime de Bolsonaro, de expurgos. Essa perseguição tende a se estender para fora do governo, contra os movimentos populares e os partidos de esquerda, e contra qualquer um que se apresente como minimamente opositor dos fascistas, como ocorreu durante as eleições.

Por isso a esquerda tem que combater, na prática e nas ruas, o governo Bolsonaro, para derrubá-lo e derrotar o golpe. A política de guerra e perseguição deve ser combatida concretamente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas