Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O agora ex-governador do Paraná, Carlos Alberto Richa (PSDB-PR), vulgo Beto Richa, comunicou na tarde desta segunda-feira (26) que deixará o governo do Estado, no dia 6 de abril, para disputar uma vaga no Senado Federal nas eleições de 2018.

A gestão de Beto Richa ficou nacionalmente marcada por espancar professores, sendo o episódio mais marcante o fatídico 29 de abril de 2015, quando, para garantir a aprovação de um projeto de lei que na prática significava passar a mão na aposentadoria dos servidores do Estado, o governador tucano mobilizou tropas de milhares de policiais militares de todo o Estado para reprimir violentamente a manifestação dos professores que protestavam do lado de fora da Casa do Povo paranaense.

Vai tarde: Richa, que mandava espancar professores, deixa governo do Paraná
Violenta repressão contra os professores paranaenses em 29 de abril de 2015

Outro momento que marcou a gestão de Beto Richa foi quando este deixou de repassar recursos para o transporte público de Curitiba para dificultar a gestão do recém eleito prefeito Gustavo Fruet (PDT-PR) e, consequentemente, atrapalhando a vida de toda a população da capital paranaense e região metropolitana. Contudo, o aporte voltou quando Fruet foi derrotado por Rafael Greca (PMN-PR), atual prefeito de Curitiba e aliado político de Richa.

Ex-prefeito de Curitiba, Beto Richa foi reeleito no primeiro turno das eleições de 2016, em meio a plena campanha golpista que acabara de derrubar o então governo Dilma Rousseff.

Ao longo de seus sete anos de governo, a melhor coisa que Beto Richa fará pelo Estado do Paraná será, sem dúvidas, não concluir o mandato.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas