Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Já há algum tempo as pessoas ligadas à cultura de São Paulo vêm fazendo  graves denúncias referentes ao sucateamento da Orquestra Sinfônica Municipal de Santos.  A intenção do atual governo municipal é entregá-la para uma Organização da Sociedade Civil (OSC), entidades que se dizem do terceiro setor, semelhantes às Organizações Sociais (OSs) e Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips), que tantos estragos têm gerado na saúde pública.

É a política clássica dos governos burgueses que com o golpe se aprofunda. Sucatear tudo o que é público para privatizar e terceirizar. Inclusive, músicos que atuam na orquestra dão relatos que mostram como o abandono da orquestra trazia a terceirização como um péssimo prenúncio para 2018.

É  sobre isso e outras questões da cultural de Santos de São Paulo e do Brasil que o programa “Uzwela – conversa sobre cultura” desta semana com a Oboísta da Orquestra Sinfônica Municipal de Santos. É doutora em música pelo Instituto de Artes da Unesp, onde obteve também o mestrado e a graduação. Autora do livro “Politonalidade”, publicado pela Annablume/Fapesp, que atua como pesquisadora da obra de Darius Milhaud e sua conexão com a música brasileira desde 1988.

O programa “Uzwela – conversa sobre cultura” será apresentado por Henrique Áreas e João Silva e vai ao ar todas as quintas-feiras, às 19h, com transmissão ao vivo pelo canal Causa Operária TV no Facebook e YouTube e também pela rádio Causa Operária.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas