Repressão aos jovens
Polícia reprime festa de jovens em Campo Grande (RJ)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
696013(1)
Área onde foi organizada a festa. | Campo Grande News

Uma festa com cerca de 250 jovens em Campo Grande foi reprimida pela polícia no dia 18/12. A operação conjunta que teria envolvido a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), Vigilância Sanitária (Visa), Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM) pôs centenas de jovens de cara para parede sob ameaça de fuzis.

O pretexto cínico costumeiro seria a o consumo de álcool por menores e aglomeração. A política repressiva e sua inefetividade quanto à questão das drogas é antiga e já amplamente difundida. A sua relação com o problema da crise sanitária de Covid-19 é mais recente mas seu princípio é o mesmo. A repressão sob pena de prisão ou multa  sobre aglomerações não produz efeitos reais sob o número de infectados ou mortos e sequer tem a real intenção.

O cenário que tem de ser exposto e que não é trazido a tona pela esquerda em geral é o da completa ausência de políticas públicas de saúde para contenção e prevenção do Covid-19. A falta de testes, a subnotificação proposital (vista por exemplo no município do Rio de Janeiro) a tendência a diminuir o problema publicamente como no caso de Bolsonaro, a falta de contratação de pessoal da saúde, álcool gel e máscaras para a população.

O cenário basicamente é de falta de possibilidades para a população exercer o isolamento social. Uma posição básica de esquerda seria entender que o fruto dos problemas como violência ou a de crises sanitárias são de questões sociais, que a pobreza expõe as pessoas a situações limite e que são necessárias condições básicas para que elas possam atender às questões de normas sanitárias para prevenção do Covid-19.

Frente a pobreza que a população é exposta e a total falta das políticas públicas de saúde a sua tendência é agir de forma correlata, eventualmente fazendo festas, jogos de futebol, etc, nada mais natural, já que o trabalho não deu descanso. A repressão policial serve ao propósito somente de endossar o poder de repressão sobre a população e mantê-la sempre em uma situação de opressão.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas