Os latinos se levantam
Os irmãos Uruguaios seguem a tendência iniciada pelos chilenos: “ Se podemos trabalhar, podemos protestar”. Governo quer esmagar a classe trabalhadora Uruguaia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
97337817_2939305586145121_8995873009369612288_o
A urgência é a gente dizem os manifestantes no Uruguai. Foto: divulgação |

Diversos grupos sociais realizaram nesta semana a primeira mobilização popular no Uruguai após o início da pandemia . O protesto teve como impulso a  Lei de consideração urgente (LUC) , adotada pelo governo , que é tida pelos manifestantes como impopular e repressiva ao povo Uruguaio.  Enfrentamos a lei dos ricos nas ruas”, dizem os manifestantes.

Tomando as precauções correspondentes (mantendo a distância física e o uso de máscaras), conforme solicitado pelos organizadores, os manifestantes apresentaram protestos  sobre questões de educação, trabalho, violência de gênero e direitos humanos. Além de retirar direitos dos trabalhadores , a LUC favorece aos mais ricos e ataca empresas públicas Uruguaias além de  restringir a liberdade de expressão e de protesto aos moldes do que está sendo feito no Brasil.

Os irmãos Uruguaios seguem a tendência iniciada pelos chilenos: “ Se podemos trabalhar, podemos protestar”.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas