Ibope diz que PCO tem mais votos que DEM de ACM em Salvador

orlando

Da redação – A burguesia é odiada pelos trabalhadores e provas para essa afirmação vemos todos os dias em greves e manifestações contra os ataques golpistas. Agora, em meio às eleições fraudadas, a última pesquisa do Ibope para o governo da Bahia, divulgada terça-feira (18), chamou atenção para os números de Salvador, com o candidato do PCO, Orlando Andrade, com 2%, à frente do candidato de ACM Neto, o demista Zé Ronaldo com 1%.

Os números do candidato operário deixaram ACM Neto inconformado, pois o mesmo controla a região através da oligarquia familiar. Irritado, o playboy gravou um vídeo contestando os números e anunciando que a coligação pedirá uma auditoria do levantamento do Ibope.

“A Bahia sabe muito bem como os institutos de pesquisas costumam errar por aqui. Não vamos abaixar a cabeça para pesquisa alguma”, esbravejou.

As burguesias regionais, espalhadas por todo o país, costumam controlar de diversas formas a economia, a política e a imprensa local, logo, deveria ser também com o Ibope. ACM quer que o povo acredite que o Ibope está errado, já que a burguesia costuma comprar as pesquisas e não aceita perder para trabalhadores. 

O que precisa ficar claro é que o povo odeia a burguesia. Os professores, como divulgado neste diário, fazem manifestações semanais contra ACM, os funcionários públicos em geral têm aversão ao nome e, agora, isso se reflete também no crescimento do PCO.

Assista à entrevista com o candidato do PCO no G1.