Medidas fascistas e inócuos
Depois da catástrofe já espalhada, o palhaço de circo Doria decreta estado de calamidade pública. O que mostra que os “agentes públicos” não sabem o que estão fazendo.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
O governador de São Paulo, o genocida João Doria. |

Da redação – O governador fascista de São Paulo, João Doria, anunciou hoje (20/03) que decreta estado de calamidade pública em todo estado, que entrará em vigor apenas sábado. O que infere o seguinte, devido a incompetência desse fascista, que é conhecido a viver quilômetros de distancia da vida da população pobre, que o estado de calamidade pública já estava de fato na vida social da população antes mesmo dele pensar em se declarar.

O decreto do governador palhaço de circo é completamente inócuo, imbecil: aumentar a repressão e fechar alguns estabelecimentos não-essenciais. Isto é, em meio ao caos social da cidade de São Paulo em meio a crise, aumentar a repressão do Estado sobre a população. Não vai impedir as mortes, os saques, e a disseminação do vírus. É como colocar uma gaze para fechar uma cirurgia de alto risco.

Até sábado, estado de calamidade pública vai ser um eufemismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas