Por “porte de megafone”
Militante pede fim da Polícia Militar e é presa pelos PMs do Rio. Ato pelo Fora Bolsonaro ocorre em conjunto com a marcha LGBT na cidade
WhatsApp Image 2020-06-28 at 16.35.49
Policial Militar intimidando manifestante. Instituições funcionando, e isto é péssimo | Foto: Reprodução YouTube

Ato convocado pela Casa Nem, Frente Internacionalista dos Sem Teto (FIST) e pelos comitês de luta pelo Fora Bolsonaro no Rio de Janeiro uniu a Marcha LGBT à manifestação pelo fim do regime golpista de Jair Bolsonaro, inimigo declarado da comunidade LGBT e do amplo conjunto da população brasileira.

No transcorrer do ato, que ocorre na orla de Copacabana, a famigerada Polícia Militar do Rio efetuou nova prisão política, escancarando a verdadeira ditadura a que está submetida a população brasileira.

Segundo companheiros presentes, primeiro os agentes da repressão confiscaram os documentos de um manifestante que falava ao megafone pela FIST. Até a publicação desta nota, a PM ainda tinha em seu poder os documentos pessoais do companheiro. Após o ocorrido, foi a vez de uma companheira defender a extinção deste resquício da Ditadura Militar que é a PM, o que levou os cães de guarda da burguesia a prendê-la no ato, tomando-lhe o megafone das mãos e encaminhando a companheira a uma delegacia.

 

A marcha pelo Fora Bolsonaro se dirige à delegacia para onde a companheira foi levada pela repressão. Abaixo, segue o vídeo:

Relacionadas
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mengo TJF Vermelho
Mengo TJF Vermelho
13 dias atrás

A policia do RJ é a mais fascista do Brasil……vivemos num estado de opressão e medo aqui no RJ…