Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
o-deputado-pastor-sargento-isidorio-avante-ba-levanta-cartazes-contra-o-decreto-das-armas-na-ccj-do-senado-1560357769161_v2_1280x960
|

Da redação – A Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (12), projetos para derrubar o decreto de armas do presidente fascista Jair Bolsonaro. Como também foi aprovado um requerimento de urgência, a pauta deverá ser levada ao Plenário do Senado ainda hoje.

Sendo aprovado o projeto, ele será enviado para a Câmara dos Deputados. É uma manobra dos parlamentares para anularem, na prática, o decreto de Bolsonaro que permite o porte de armas por uma parcela da população, o qual a burguesia discorda veementemente uma vez que a população armada (mesmo que seja somente uma pequena parte) é um perigo para os capitalistas. O decreto de Bolsonaro foi implantado devido a pressões de sua base fascista pequeno-burguesa, obviamente que não tem nenhum intuito de armar os trabalhadores, mas acaba abrindo uma brecha mínima para isso, como é o caso dos camponeses que conquistaram pequenas posses de terra em acampamentos da reforma agrária, e que são membros do MST.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas