Urgente: CCJ aprova projetos para derrubar decreto de armas de Bolsonaro

o-deputado-pastor-sargento-isidorio-avante-ba-levanta-cartazes-contra-o-decreto-das-armas-na-ccj-do-senado-1560357769161_v2_1280x960

Da redação – A Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (12), projetos para derrubar o decreto de armas do presidente fascista Jair Bolsonaro. Como também foi aprovado um requerimento de urgência, a pauta deverá ser levada ao Plenário do Senado ainda hoje.

Sendo aprovado o projeto, ele será enviado para a Câmara dos Deputados. É uma manobra dos parlamentares para anularem, na prática, o decreto de Bolsonaro que permite o porte de armas por uma parcela da população, o qual a burguesia discorda veementemente uma vez que a população armada (mesmo que seja somente uma pequena parte) é um perigo para os capitalistas. O decreto de Bolsonaro foi implantado devido a pressões de sua base fascista pequeno-burguesa, obviamente que não tem nenhum intuito de armar os trabalhadores, mas acaba abrindo uma brecha mínima para isso, como é o caso dos camponeses que conquistaram pequenas posses de terra em acampamentos da reforma agrária, e que são membros do MST.