Fascismo de Estado
A Abin restringiu a ida de três agentes para embaixadas distintas por motivos políticos, em uma clara ação fascista do Estado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
abin
Sede da Abin | Foto: reprodução

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) impediu a ida de três agentes de serem adidos de inteligência nas embaixadas de Pequim, Nova Déli e Berlim por estritamente razões políticas. Dois agentes teriam se filiados a partidos de esquerda antes de ingressarem no serviço público.

Em uma orientação fascista, a Abin puxou a “ficha corrida” dos agentes e impediram de irem a essas embaixadas por se filiarem ao PT, PCO e, ainda mais absurdo, um por ter financiado uma campanha contra Bolsonaro.

Fica claro que estão selecionando as pessoas baseado em convicções políticas, formando verdadeiras organizações fascistas dentro do Estado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas