Unificar o movimento, libertar Lula! Conferência contra o golpe nos dias 21e 22 de julho

comite

Nos dias 21 e 22 julho a militância de esquerda que não acredita que seja possível derrotar o golpe e garantir a liberdade e a candidatura de Lula à presidência sem uma grande mobilização nacional tem um compromisso de fundamental importância no sentido de dar um passo adiante na construção desse movimento.

Ocorrerá em São Paulo, capital, a Conferência Nacional Aberta convocada por centenas de comitês de luta contra o golpe de todo o país e pelo Partido da Causa Operária (PCO). A conferência será aberta à participação de toda a militância que não acredita nas vias “legais” de tipo judicial ou legislativa, para garantir a candidatura de Lula e que não vê na solução eleitoral do “plano B” uma perspectiva de enfrentamento do golpe, mas uma capitulação e mesmo uma traição de setores da esquerda diante do golpe e da tentativa dos golpistas em virar a “página do golpe”, para consolidar a destruição dos direitos de toda a população pobre e explorada, bem como entregar todas as riquezas do país para o imperialismo norte-americano.

O que está em jogo para a população trabalhadora brasileira vai muito além das eleições, diz respeito à própria sobrevivência física e organizativa do povo. É por isso que uma condição fundamental para o sucesso da operação orquestrada pela direita e os golpistas de todas as matizes é a de excluir a principal liderança de toda a história do país, não apenas das eleições, mas da cena política em geral. Lula encarcerado e banido da vida pública, Lula impedido de chamar o povo a lutar contra o golpe, Lula impedido de concorrer às eleições é a única perspectiva que os golpistas têm para trazer o caos para o país e impor um regime de terror à toda população.

Os setores mais conscientes da população explorada e a militância que compreendeu toda a dimensão do golpe de Estado, cumprirão um papel decisivo  e histórico nessa luta de vida ou morte contra o golpe de Estado e, inclusive, contra a ameaçadora evolução para um golpe militar, condição que se coloca na ordem do dia para os golpistas, principalmente com a evolução da crise política na Venezuela, com a intensificação do boicote econômico e com a ameaça aberta de uma invasão militar por parte do exército norte-americano e seus lacaios na América Latina, como o Brasil e a Colômbia.

Esse é o objetivo da Conferência Nacional. Armar a militância com um programa e um plano de lutas que permita organizar toda essa disposição, combativa, para impor uma derrota aos golpistas.

A Conferência será ainda precedida de conferências regionais abertas, que permitam uma ampla discussão de todos esses setores que estão dispostos a derrotar o golpe e ao mesmo tempo sejam o elo de organização de grandes caravanas de todos os cantos do país.

Participe! Se inscreva para a atividade no site: lutecontraogolpe.com.br. Não fique de fora de mais essa iniciativa para atacar os golpistas e suas instituições, convide todos os interessados, traga seu comitê, vamos derrotar o golpe, lutar pela liberdade e fazer a campanha de Lula.