Crise catastrófica
Países da UE enfrentarão crise histórica em 2020, escancarando a crise do capitalismo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
uniao europeia-1
Crise econômica na UE, mostra a incapacidade do sistema em reagir à crise. Imagem: |

Da redação – Dados divulgado pela Comissão Europeia, espécie de diretoria executiva do bloco, nesta quarta (06) informam a previsão de queda de 7,7% do PIB da zona do euro, a maior retração da história.

O comissário de economia, Paolo Gentiloni, afirmou “a Europa está vivendo um impacto econômico sem precedentes desde a Grande Depressão”, informando ainda que o número apresentado se refere ao conjunto dos países, mas individualmente cada país enfrentará sua realidade, sendo as piores previsões para Itália, com queda de 9,5%, Espanha com queda de 9,4% e França, com 8,2%. A Alemanha, principal economia do bloco, tem previsão de queda de 6,5%.

Entretanto, o dado mais catastrófico são os números para a classe trabalhadora. A taxa de desemprego está sendo prevista para aumento de 7,5% para 9,6% em todo o bloco. Os países mais afetados com crescimento do desemprego subirão para 19,9% na Grécia, Espanha 18,9%, Itália 11,8%, França 10,1% e Portugal 9,7%.

A crise catastrófica, principalmente nos países desenvolvidos, mostra a falência do sistema em trazer solução a sociedade a problemas de saúde que deveria ter sido superados há séculos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas