Unesp-Marília irá participar da greve geral: Fora Bolsonaro!

7529561_x720

Unesp em Marília, interior de São Paulo, o sindicato de professores, ADUNESP, aprovou a participação na greve geral do dia 14 de junho e também na participação no ato da cidade.

O ato em Marília também vai contar com a participação da APEOESP (Associação de professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), diversos partidos, como o PCO, e o comitê de luta contra o golpe, com o seu bloco do Fora Bolsonaro.

A intenção é repetir os atos dos dias 15 e 30 para colocar em xeque o governo ilegítimo que foi eleito pro uma fraude gigantesca. Pedir a liberdade de Lula, que está mais que provado que foi acusado em um processo farsa.

A UNESP é uma das Universidades Paulistas que vem sofrendo com diversos cortes no orçamento que é destinado ao campus. Faz anos que não contrata-se professores em regime de exclusividade, falta bolsas estudantis e moradia também.

A palavra-de-ordem que mais ecoou no ato do dia 15 de maio, foi “Fora Bolsonaro”, os estudantes e professores entenderam que o desmonte da educação somente será barrado com a derrubada do governo Bolsonaro.