Um tribunal de carrascos

Ouça um trecho da Análise Política da Semana na Rádio Causa Operária. Nesse trecho, Rui Costa comentou o tema “Um tribunal de carrascos”:

“Bom, uma segunda questão que também transpareceu, que é muito interessante, é que um dos juízes mais conhecidos como sendo mais direitista do STF, que é o Gilmar Mendes, praticamente acusou os colegas, uma parte dos colegas, de terem montado lá um pelotão de fuzilamento que não dá as habeas corpus para ninguém.

O Brasil tem uma tradição, não sei se todo mundo sabe, que os tribunais de recurso de Segunda instância, de terceira Instância, mas principalmente os de Segunda instância eles não dão, principalmente Segunda instância, e no terreno criminal, eles não dão recurso para ninguém, né. O tribunal de alçada criminal, que é Segunda instância em São Paulo, ele é conhecido como câmara de gás, quer dizer, caiu lá e você é eliminada. É como se você entrasse numa câmara de gás nazista. Você pensa que você vai apresentar o recurso; que o juiz está tão solenes; tão tão honesto; tão cheios de dignidade, eles vão sentar lá e analizar calmamente o seu recurso.

Isso aí é uma farsa. Noventa e tanto por cento dos recursos são negados no tribunal de Segunda instância em São Paulo. É uma loucura. E mesma política, vamos dizer assim, aparentemente se instalou na STF e o cidadão, coitado, entra com habeas corpus e é imediatamente fuzilado. Não passa nada. E quem teve que denunciar essa aberração, porque isso é uma extraordinária aberração do ponto de vista jurídico, foi o Gilmar Mendes que ficou lá: “mas vocês não dão habeas corpus a ninguém, como é que pode isso daí e tal?” quer dizer, os tribunais que deveriam zelar pelo interesse do cidadão, não os juízes, eles na realidade eles funcionam como um tribunal de carrascos, né.

O que eles querem ver é mandar o cidadão para cadeia e tudo mais. Logicamente que os amigos estão isentos dessa maldade toda, né. Se cair lá um Aécio Neves e tal, um José Serra, já a situação muda de figura e outros, né, porque eles têm vários amigos.”

Não perca o programa análise política da semana, todos os sábados, a partir das 11h30, ao vivo, no canal COTV do Youtube, e posteriormente adicionado na Rádio Causa Operária do Soundcloud.