Siga o DCO nas redes sociais

Um trabalhador morto por acidente de trabalho a cada 4 horas e meia
Um trabalhador morto por acidente de trabalho a cada 4 horas e meia

Segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, um trabalhador morreu vítima de acidente de trabalho a cada 4 horas e meia desde o início do ano de 2017. Os números foram apresentados no último dia 5, segunda-feira.

Analisando dados enviados por diversos órgãos públicos, o observatório estima que, desde o começo de 2017, foram registradas 2.351 mortes, de um universo de 675.025 comunicados de acidentes de trabalho.

O Observatório também estima que, entre 2012 e 2017, a Previdência teria gasto R$ 26,2 bi com o pagamento de auxílios-doenças, aposentadorias por invalidez, auxílios-acidente e pensões por morte.

De acordo com o co-coordenador do laboratório de gestão (SmarLab de Trabalho Decente), Luiz Fabiano de Assis, os acidentes de trabalho não caíram em relação aos acidentes registrados em 2016: “quando analisamos o número de trabalhadores expostos ao risco de acidente, o número de contratos de trabalho existentes, o número de acidentes não caiu em comparação a 2016. Ele se manteve estável”, disse Assis.