Política contrarevolucionária
LBI, pequena organização da esquerda pequeno-burguesa, usa a campanha de solidariedade de denúncia do rackeamento do DCO para caluniar o PCO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
lbi
LBI em ato de 1º de maio de 2019 em São Paulo | Alamy Stock Photo

A Liga Bolchevique Internacionalista, uma pequena organização que se reivindica trotskista e que décadas atrás rompeu com o PCO, publicou uma declaração para supostamente denunciar o ataque contra o nosso jornal diário, o ​Diário Causa Operária​, e prestar solidariedade com o nosso partido neste caso.

O DCO recebeu já mais de mil declarações de apoio, mas esta é inusitada. Os pretensos revolucionários se utilizam da sua declaração de apoio para reafirmar uma calúnia contra o nosso partido, a saber que estamos sendo pagos para apoiar o PT. Em matéria anterior, este grupo inventou a história que o PCO estaria “recebendo milhões para apoiar Jilmar Tatto” na eleição municipal de S. Paulo. Na sua nota de apoio lança a mesma calúnia sob uma outra forma, dizendo que estamos preocupados com matérias apagadas, mas não nos preocupamos com matérias que nós mesmos teríamos apagado onde criticávamos o PT e que precisamos dar explicações sobre uma suposta mudança de política. Fica claro que não se trata de nenhuma condenação do ataque fascista, mas a utilização deste ataque para um ataque de igual caráter contrarrevolucionário.

Tais calúnias, típicas do modo de agir do stalinismo, são recorrentes neste grupo que já chegou a afirmar que a sede do PCO teria sido construída pela Odebrecht e lança em todos os momentos a acusação de corrupção material contra o nosso Partido sem absolutamente nenhum indício. Este comportamento é incompatível com a luta da classe operária. É um comportamento contrarrevolucionário.

A esquerda está cheia desses grupos pequeno-burgueses que, na completa ausência de um verdadeiro programa política e, mais ainda, de qualquer intervenção real na luta de classes se dedicam à intriga e à calúnia contra os seus desafetos. Felizmente, a experiência de luta recente contra a extrema direita já mostrou a um grande número de militantes e ativistas da esquerda revolucionária ou não que este não é o método da revolução, mas o do fascismo, sem adjetivos.

Vários dirigentes políticos se pronunciaram sobre o caso. Nenhum deles teve, nem mesmo remotamente, a baixeza de se aproveitar assim do ataque fascista.

Nesse sentido, repudiamos esta tentativa de apoiar o fascismo sob a cobertura de rejeitar o ataque fascista sofrido pelo nosso jornal. Este é um tipo de “apoio” que rejeitamos de do qual passamos muito bem sem.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas