2,6 bilhões de pessoas
Número anunciados pela AFP refletem política de isolamento nos países, porém realidade é outra
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1800x1200_coronavirus_1-1
Confinamento é possível apenas para os mais abastados. |

Da redação – De acordo com um balanço da AFP, o mundo hoje tem 2,6 bilhões de pessoas sob o estado de quarentena, um número que corresponde a um terço da população mundial, hoje de 7,8 bilhões de acordo com números da ONU.

O alto número de confinamentos deve-se a política adotada pela Índia, que seguindo o exemplo de diversos países, colocou todo território sob estado de quarentena.

Atualmente, o avanço do coronavírus da-se sobretudo em países europeus. A Itália ultrapassou a marca de 6 mil mortos e é o disparado o país com maior número de fatalidades. Em terceiro vem a Espanha, e os Estados Unidos é colocado como um dos potenciais epicentros do planeta.

No entanto, toda esta política de confinamento não apresentou resultado algum quando não ligada a uma forte política no sistema de saúde. Nesse sentido, deve-se ficar claro também que os números apresentados de 2,6 bilhões de confinados não refletem a realidade de muitos países, em que a população pobre e oprimida de fato não consegue ficar confinada, mas sim totalmente exposta a pandemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas