Um regime dos militares: Moro coloca general na secretaria da Segurança Pública de Bolsonaro

maxresdefault

Da redação – O juiz fascista e capacho do imperialismo, Sergio Moro, que prendeu Lula para eleger Bolsonaro e virar ministro da Justiça, escolheu o general Carlos Alberto dos Santos Cruz para a Secretaria Nacional de Segurança Pública, nesta quarta-feira (21).

As informações são do jornal golpista e intimamente ligado aos militares, O Globo. Santos Cruz cumpriu papel importante na repressão durante o governo de Michel Temer, ao estruturar a nível federal a intervenção militar no Rio de Janeiro.

Ele já havia ocupado a chefia da Secretaria entre abril de 2017 e junho de 2018. O general também comandou as missões imperialistas no Haiti, entre 2007 e 2009, e na República Democrática do Congo, entre 2013 e 2015.

Trata-se de uma ocupação cada vez maior do espaço público por parte dos militares. O governo Bolsonaro já está infestado de membros das Forças Armadas, tanto nos ministérios como em outros órgãos fundamentais, particularmente os de repressão ao povo.

Os militares mostram, de maneira cada vez mais clara, que têm total capacidade e muitas intenções de dar um golpe militar, dependendo do nível de crise do governo Bolsonaro. O movimento popular deve se organizar e se mobilizar desde já para impedir esse golpe e derrotar Bolsonaro e todos os golpistas.