O Fascismo na Cultura
A atriz global Regina Duarte, fez comentários fascistas na última quinta-feira, ao canal CNN, numa entrevista em que a atriz defende a ditadura militar e o governo assassino
regina_duarte (1)
Foto: Isac Nóbrega/PR |

A mais recente representante da cultura no Brasil, a atriz global Regina Duarte, fez comentários fascistas na última quinta-feira, dia 7, ao canal CNN, numa entrevista em que a atriz defende a ditadura militar e o governo assassino de Bolsonaro, onde também fez um comentário absurdo dizendo que o Covid-19 está “trazendo uma morbidez insuportável”. Conseguindo o repúdio da categoria dos artistas, com de cerca de 5000 pessoas que assinaram um manifesto online contra a secretária especial da cultura, manifestando o repúdio que a categoria tem com a atriz.

Não é de hoje que o governo Bolsonaro vem demonstrando claramente seu ataque a cultura. Anteriormente a posse da fascista Regina Duarte, o ex-secretário Roberto Alvim parafraseou o discurso de Goebbels, ministro de Hitler. Mostrando assim a decadência do governo e o desinteresse com a cultura e arte. Fazendo com que esse nicho, na maioria autônomos, que vivem de bicos ou a procura de editais do governo e que se encontra numa situação onde a maioria é relativamente pobre, seja prejudicado. Assim como vários grupos que não pertencem a alta burguesia, que igualmente a categoria dos artistas, são pequenos burgueses.

Sabemos que o investimento em cultura não é aplicado em todo seu processo aqui no Brasil e isso se encontra mais acirrado no Governo Bolsonaro, incluindo sua secretária Regina Duarte. E se considerarmos o seu interesse social, ele deve ser vantajoso para todos, tanto para os artistas, como para o público em geral . Os órgãos reguladores da cultura na sociedade deveriam pensar no sentido de dar alternativa para essa categoria e dar um apoio a este setor que está sendo muito prejudicado nesses tempos de crise e pandemia. O objetivo do governo e sua secretária, é sangrar os artistas, no interesse somente de salvar os bancos e o capital.

Sabendo disso, todas as categorias devem se levantar e exigirem seus direitos, incluindo o setor artístico que está sendo muito prejudicado pelas medidas tomadas por este governo, que mostrou seu interesse claramente nesta entrevista dada pela então Secretária da Cultura Regina Duarte CNN . Devemos sair as ruas e mostrarmos nosso desacordo com as medidas tomadas com relação aos artistas. Então por isso não podemos ficar em casa esperando para morrer, é necessário grades manifestações e fazer uma enorme pressão para que todos tenham assistência adequada do Estado e então podermos sobreviver a esta crise e a pandemia.

Relacionadas